Joint-venture grega quer transformar abrigo de refugiados em resort

Um abrigo de refugiados vai ser transformado num resort na Grécia. Pelo menos é essa a vontade de um fundo de capital grego que planeia investir 500 milhões de euros neste empreendimento.

Ex-aeroporto Hellinikon e, possivelmente, ex-abrigo de refugiados se o plano da Lamda Development SA for para a frente. É assim que se vai apelidar o novo resort de luxo que, avança a Bloomberg, vai ser um dos maiores projetos de imobiliário da Europa.

A afirmação é do presidente executivo da empresa, o grego Odisseas Athanassiou, que está apoiado pela chinesa Fosun. Atualmente, o local alberga 2500 refugiados.

O projeto deve arrancar no verão de 2017 e vai tentar angariar capital adicional em breve. O dinheiro vai ser investido não só num hotel à beira-mar, mas também num aquário, centro comercial e uma torre residencial. A área total vai ser duas vezes maior do que a ocupada pelo Central Park em Nova Iorque.

Este empreendimento resulta da parceria entre a Fosun International — que detém em Portugal a seguradora Fidelidade (que pertencia à Caixa Geral de Depósitos), a Luz Saúde, detém pelo menos 5% da REN e tem agora uma proposta para entrar no capital do BCP (o objetivo é deter 30% do capital do banco liderado por Nuno Amado) –, a Eagle Hills e o Latsis Group, representados pelo The Global Investment Group.

Imagine o Hyde Park, numa zona costeira, com sol 300 dias por ano e tecnologia do século 21

Odisseas Athanassiou, presidente executivo da Lamda Development

Bloomberg

A Bloomberg conta que este grupo comprou o ex-aeroporto ao Estado grego na altura das privatizações em 2014 por 915 milhões. Antes de o empreendimento começar, o projeto tem de passar pelo Parlamento, o Governo, o Conselho de Estado grego e tem de assegurar um decreto presidencial.

Athanassiou, responsável pela implementação do projeto, promete adicionar 70 mil empregos para a economia grega.

hellinikon
Projeto do empreendimento da LAMDA Development.LAMDA Development

As ações da Lamda Development na bolsa grega já aumentaram 13% desde o início do ano em comparação com o total da bolsa que deu uma queda de 10%.

Editado por Mónica Silvares

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Joint-venture grega quer transformar abrigo de refugiados em resort

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião