Ryanair vai ligar Ponta Delgada a Frankfurt e Londres no verão de 2017

  • Lusa
  • 29 Setembro 2016

O gestor de vendas e ‘marketing’ da companhia aérea Ryanair anunciou hoje que a transportadora vai ligar as cidades de Frankfurt e Londres, a partir de Ponta Delgada, nos Açores, no próximo verão.

José Espartero, que falava em conferência de imprensa, realizada na ilha de São Miguel, disse que a ligação para a cidade alemã será realizada ao sábado, indo ainda a companhia irlandesa, também a partir de Ponta Delgada, aumentar em mais duas as frequências com Lisboa, passando estas de 13 para 15.

O gestor, que salvaguardou que a ligação a Londres é uma retoma, referiu que a companhia pretende estender ambas as novas ligações para a Europa, a partir de Ponta Delgada, ao longo de todo o ano.

“A ideia é manter todo o ano a operação para Frankfurt e para Londres também. Mas, de momento, as reservas disponíveis são para o verão de 2017, que começa em março e acaba em outubro para a companhia”, frisou José Espartero.

Neste momento, a Ryanair assegura ligações de Ponta Delgada para Lisboa e Porto, e vai começar a operar estas duas rotas também a partir da ilha Terceira, em dezembro.

“A Ryanair está encantada em anunciar a chegada até à Ilha Terceira, com quatro frequências semanais para Lisboa e duas frequências semanais para o Porto, a partir de dezembro de 2016, o que irá permitir o transporte de 100.000 passageiros por ano na aerogare civil das Lajes”, declarou Niall O’Connor, diretor de rotas, numa conferência de imprensa em Angra do Heroísmo, a 06 de setembro.

O secretário regional dos Transportes e Turismo, que esteve presente na conferência de imprensa realizada pela Ryanair, em Ponta Delgada, declarou que o Governo dos Açores vai promover em parceria com a operadora, durante o inverno, duas campanhas promocionais do destino Açores, cada uma no valor de 90 mil euros, nos mercados de Frankfurt e Londres, visando preparar a operação de verão.

Vítor Fraga considerou que esta ligação da Ryanair a Frankfurt não vai gerar concorrência ao grupo SATA, que assegura também ligações com a cidade germânica, referindo que a operadora de baixo custo “tem um nicho de mercado completamente distinto do que é a base da captação de fluxos turísticos da Alemanha” para os Açores.

A SATA assegura atualmente uma ligação semanal no inverno com Frankfurt e duas no verão.

“Vamos ter acesso com esta operação a nichos de mercado que até agora não tínhamos, havendo uma complementaridade em termos de captação de fluxos turísticos para os Açores. Vamos ter pessoas a visitar a região que, em outras condições, certamente não o fariam”, concluiu Vitor Fraga.

Quanto vale uma notícia? Contribua para o jornalismo económico independente

Quanto vale uma notícia para si? E várias? O ECO foi citado em meios internacionais como o New York Times e a Reuters por causa da notícia da suspensão de António Mexia e João Manso Neto na EDP, mas também foi o ECO a revelar a demissão de Mário Centeno e o acordo entre o Governo e os privados na TAP. E foi no ECO que leu, em primeira mão, a proposta de plano de recuperação económica de António Costa Silva.

O jornalismo faz-se, em primeiro lugar, de notícias. Isso exige investimento de capital dos acionistas, investimento comercial dos anunciantes, mas também de si, caro leitor. A sua contribuição individual é relevante.

De que forma pode contribuir para a sustentabilidade do ECO? Na homepage do ECO, em desktop, tem um botão de acesso à página de contribuições no canto superior direito. Se aceder ao site em mobile, abra a 'bolacha' e tem acesso imediato ao botão 'Contribua'. Ou no fim de cada notícia tem uma caixa com os passos a seguir. Contribuições de 5€, 10€, 20€ ou 50€ ou um valor à sua escolha a partir de 100 euros. É seguro, é simples e é rápido. A sua contribuição é bem-vinda.

António Costa
Publisher do ECO

5€
10€
20€
50€

Comentários ({{ total }})

Ryanair vai ligar Ponta Delgada a Frankfurt e Londres no verão de 2017

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião