ING vai despedir 7.000 trabalhadores

  • Rita Atalaia
  • 3 Outubro 2016

O ING diz que planeia dispensar milhares de trabalhadores e investir na plataforma digital para alcançar poupanças de custos de 900 milhões de euros.

O ING Groep diz que planeia eliminar 7.000 postos de trabalho e investir nas suas plataformas digitais. O banco diz que o corte do número de empregos serve apenas para juntar as plataformas de tecnologia e os centros de controlo de risco, assim como para ajudar a lidar com as pressões regulatórias e taxas de juro baixas.

Os despedimentos representam menos de 12% dos 52.000 funcionários, uma vez que quase 1.000 despedimentos devem acontecer a nível dos fornecedores e não da própria empresa.

A maior empresa de serviços financeiros da Holanda adianta à Reuters que vai investir 800 milhões de euros em tecnologia, um processo que vai decorrer ao longo dos próximos cinco anos em Espanha, Itália, França, Áustria e República Checa. O investimento, em conjunto com os despedimentos, devem permitir que o ING alcance uma poupança de custos na ordem dos 900 milhões de euros.

A dispensa dos funcionários deve focar-se na Holanda e no Benelux, com o despedimento de 3.500 na Bélgica e de 2.300 na Holanda.

Na sexta-feira, jornal holandês Het Financieele Dagblad já tinha avançado que o banco poderia juntar-se ao cenário sombrio do setor bancário, anunciando a dispensa de milhares de empregados no investor day, que decorre esta segunda-feira.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

ING vai despedir 7.000 trabalhadores

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião