“Hack to move”: 24h a programar para encontrar novas ideias

  • Juliana Nogueira Santos
  • 10 Outubro 2016

A tecnológica vai organizar no Porto uma maratona de programação para descobrir novas ideias na área.

Após da abertura de um novo escritório em Lisboa no passado mês de agosto, a Farfetch lançou outro desafio aos portugueses: uma maratona de programação de 24 horas na Avenida dos Aliados, no Porto. Com início às 09:00 do dia 29 de novembro e fim à mesma hora do dia a seguir, esta hackathon tem como objetivo reunir alguns dos melhores developers do país. Estes vão ser postos à prova com diversos desafios que vão testar novas abordagens e soluções criativas a aplicar no mercado da alta-costura.

A participação vai ser feita em grupos de três a cinco elementos, não havendo qualquer requisito em relação à formação ou conhecimentos tecnológicos. Quem quiser fazer parte deste evento tem apenas de se inscrever aqui e, no dia, levar o seu computador portátil e qualquer equipamento necessário. Em relação aos prémios, quem ficar em primeiro lugar terá direito a 12500€, enquanto os membros da equipa que ficar em segundo lugar receberão um iPad e os que ficarem em terceiro lugar uma pulseira Fitbit.

A escolha do local não é, de todo, inocente. O diretor de tecnologia da plataforma online de venda de alta-costura, Cipriano Sousa, afirma que esta é uma oportunidade de ouro para a criação de um novo hub tecnológico nacional:

"Queremos criar uma experiência diferente no coração da cidade, envolver todos os participantes com a nossa tecnologia e impulsionar o Porto como uma cidade tech.”

Cipriano Sousa

O evento contará com a colaboração da Microsoft e o apoio da Câmara Municipal do Porto e o Porto Lazer.

Neste momento, a Farfetch está avaliada em mais de mil milhões de euros, constituindo-se como o unicórnio português mais bem-sucedido de sempre.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

“Hack to move”: 24h a programar para encontrar novas ideias

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião