Fundo Apollo: “É altura de investir em Portugal”

  • ECO
  • 20 Outubro 2016

Gustavo Guimarães, parceiro do fundo americano Apollo, cita pouca estabilidade política e carga fiscal excessiva como inimigos do investimento em Portugal.

Chegou a altura para a Apollo investir em Portugal. Quem o diz é Gustavo Guimarães, parceiro operacional do fundo norte-americano que está na corrida pelo Novo Banco.

“Não diria que os ativos são baratos ou caros mas estão a um valor que eu considero ser um valor de entrada“, declarou Guimarães, citado pela agência Bloomberg.

Aquele responsável confirmou o interesse da Apollo, atual dona da seguradora Tranquilidade, na compra do Novo Banco. “Sim, claro”, respondeu Guimarães. “O processo de venda tem várias fases e ainda não atingimos a fase final”, reforçou. A Apollo concorre com a Centerbrigde pelo banco bom que resultou da resolução do BES.

"Não diria que os ativos são baratos ou caros mas estão a um valor que eu considero ser um valor de entrada.”

Gustavo Guimarães

Fundo Apollo

Gonçalo Guimarães criticou ainda a carga fiscal e a burocracia excessiva, a falta de estabilidade das políticas, a rigidez do mercado laboral. São fatores que estão a bloquear o investimento no país, disse.

Saiba que…

Dia Europeu da Estatística / Fonte: INE
Dia Europeu da Estatística / Fonte: INE

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Fundo Apollo: “É altura de investir em Portugal”

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião