Já há acordo. AT&T vai mesmo fundir-se com a Time Warner

O Wall Street Journal e o New York Times estão a avançar que a AT&T já terá fechado a compra da Time Warner por mais de 80 mil milhões de dólares. Negócio deverá ser oficializado ainda este sábado.

Confirmaram-se os rumores. A operadora de telecomunicações AT&T terá mesmo aceitado comprar a Time Warner, dona da Warner Bros., da CNN, da HBO e da TNT, num negócio multimilionário de mais de 73,4 mil milhões de euros, ou mais de 80 mil milhões de dólares. O valor equivale a aproximadamente 105/110 dólares por ação.

O acordo deverá resultar na fusão das duas empresas e vai gerar um autêntico colosso no mundo dos media e das telecomunicações, avançou esta noite o The Wall Street Journal. A mesma informação foi confirmada há minutos pelo The New York Times, que cita fonte próxima do processo.

No final da semana, a imprensa internacional já tinha avançado que as duas empresas estariam em conversações avançadas para um eventual negócio de aquisição. Agora, segundo o jornal norte-americano, o acordo já estará fechado e deverá ser anunciado oficialmente ainda este sábado.

É expectável que, nos próximos tempos, a fusão das duas empresas esteja sujeita a um apertado escrutínio por parte dos reguladores dos Estados Unidos da América, nota o The New York Times. O jornal escreve mesmo que as autoridades do país têm vindo a mostrar-se bastante céticas em relação a mega negócios de fusão deste género.

Segundo o The Wall Street Journal, este é o maior negócio na área dos conteúdos e distribuição desde que a Comcast comprou a NBC Universal em 2009.

Quanto vale uma notícia? Contribua para o jornalismo económico independente

Quanto vale uma notícia para si? E várias? O ECO foi citado em meios internacionais como o New York Times e a Reuters por causa da notícia da suspensão de António Mexia e João Manso Neto na EDP, mas também foi o ECO a revelar a demissão de Mário Centeno e o acordo entre o Governo e os privados na TAP. E foi no ECO que leu, em primeira mão, a proposta de plano de recuperação económica de António Costa Silva.

O jornalismo faz-se, em primeiro lugar, de notícias. Isso exige investimento de capital dos acionistas, investimento comercial dos anunciantes, mas também de si, caro leitor. A sua contribuição individual é relevante.

De que forma pode contribuir para a sustentabilidade do ECO? Na homepage do ECO, em desktop, tem um botão de acesso à página de contribuições no canto superior direito. Se aceder ao site em mobile, abra a 'bolacha' e tem acesso imediato ao botão 'Contribua'. Ou no fim de cada notícia tem uma caixa com os passos a seguir. Contribuições de 5€, 10€, 20€ ou 50€ ou um valor à sua escolha a partir de 100 euros. É seguro, é simples e é rápido. A sua contribuição é bem-vinda.

António Costa
Publisher do ECO

5€
10€
20€
50€

Comentários ({{ total }})

Já há acordo. AT&T vai mesmo fundir-se com a Time Warner

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião