Web Summit: Metro de Lisboa com passe especial

  • Leonor Rodrigues e Lusa
  • 26 Outubro 2016

O passe também vai dar acesso aos serviços da CP e Carris e vai poder ser utilizado durante nove dias.

O Metro de Lisboa vai ter um passe especial para os participantes no Web Summit. O anúncio foi feito esta quarta-feira pelo presidente da empresa, Tiago Farias, durante uma visita do secretário de Estado da Indústria, João Vasconcelos, às zonas de serviço de transporte, segurança e saúde perto do Meo Arena e da Feira Internacional de Lisboa, os dois locais onde vão decorrer as conferências do evento.

De acordo com Tiago Farias, o passe poderá ser utilizado durante nove dias e vai permitir, não só o acesso ao Metro de Lisboa, como também aos serviços da CP e Carris. “Desenhámos um passe de mobilidade específico para a Web Summit para Metro, Carris e CP, com ida a Sintra e Cascais, durante nove dias, para agilizar a mobilidade. Trata-se de um cartão personalizado que permite todos estes serviços”, explicou.

Para que tudo corra da melhor forma, as máquinas automáticas de venda de bilhetes vão aceitar cartões internacionais e vai haver um reforço do número de assistentes que falam inglês. Além disso, os comboios vão ser mais frequentes e com mais carruagens, nomeadamente na Linha Vermelha, que serve a zona do Parque das Nações, onde vai acontecer o Web Summit. António Laranjo, presidente das Infraestruturas de Portugal, que também esteve presente nesta visita, afirmou que a estação do Oriente tem “todas as condições” para receber o evento.

O Web Summit realiza-se entre os dias 7 e 10 de novembro e é a primeira vez que o maior evento de tecnologia do mundo acontece fora da Irlanda. Em Portugal, espera-se a chegada de mais de 50 mil pessoas de cerca de 150 países.

Quanto vale uma notícia? Contribua para o jornalismo económico independente

Quanto vale uma notícia para si? E várias? O ECO foi citado em meios internacionais como o New York Times e a Reuters por causa da notícia da suspensão de António Mexia e João Manso Neto na EDP, mas também foi o ECO a revelar a demissão de Mário Centeno e o acordo entre o Governo e os privados na TAP. E foi no ECO que leu, em primeira mão, a proposta de plano de recuperação económica de António Costa Silva.

O jornalismo faz-se, em primeiro lugar, de notícias. Isso exige investimento de capital dos acionistas, investimento comercial dos anunciantes, mas também de si, caro leitor. A sua contribuição individual é relevante.

De que forma pode contribuir para a sustentabilidade do ECO? Na homepage do ECO, em desktop, tem um botão de acesso à página de contribuições no canto superior direito. Se aceder ao site em mobile, abra a 'bolacha' e tem acesso imediato ao botão 'Contribua'. Ou no fim de cada notícia tem uma caixa com os passos a seguir. Contribuições de 5€, 10€, 20€ ou 50€ ou um valor à sua escolha a partir de 100 euros. É seguro, é simples e é rápido. A sua contribuição é bem-vinda.

António Costa
Publisher do ECO

5€
10€
20€
50€

Comentários ({{ total }})

Web Summit: Metro de Lisboa com passe especial

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião