Desemprego mantém-se em agosto, depois de revisão em baixa

  • Cristina Oliveira da Silva
  • 2 Novembro 2016

O Instituto Nacional de Estatística reviu em baixa taxa de desemprego de agosto, para 10,9%.

A taxa de desemprego foi revista em baixa e manteve-se em 10,9% em agosto, o mesmo valor registado no mês anterior, referem os dados já definitivos publicados pelo Instituto Nacional de Estatística (INE).

Na estimativa anterior, o INE apontava para uma taxa de 11% em agosto, o que implicaria uma subida mensal do desemprego. Porém, os dados definitivos, ajustados de sazonalidade, apontam agora para uma estabilização dos valores. Comparando com agosto de 2015, quando a taxa atingiu 12,3%, o desemprego recuou.

O número de desempregados também se manteve “praticamente inalterado”, diz o INE, embora denotando um ligeiro aumento. “A estimativa definitiva da população desempregada de agosto situou-se em 560,0 mil pessoas, mantendo-se praticamente inalterada em relação ao mês precedente”, que registou 559,4 mil desempregados, sublinha o destaque publicado.

Já a taxa de emprego estabilizou nos 58,6%, tendo o número de empregados aumentado 1,7 mil em relação ao mês anterior.

O Instituto também estima a taxa de desemprego de setembro, mas aqui os dados ainda são provisórios e só serão confirmados nos dados a publicar a 30 de novembro. No mês passado, a taxa terá recuado para 10,8%, menos uma décima face a agosto e menos 1,6 pontos comparando com setembro de 2016. Este é o valor mais baixo dos últimos anos já que é preciso recuar a junho de 2009 para encontrar outro valor igual. A taxa de 10,9% de agosto também já era a mais baixa desde julho de 2009.

Fonte: INE (Valores mensais em percentagem da população ativa) *Valor provisório
Fonte: INE (Valores mensais em percentagem da população ativa) *Valor provisório

 

Em setembro, o número de desempregados terá caído de 560 mil para 555,6 mil mas o número de empregados também terá sofrido uma redução (de 0,2% ou 7,1 mil), indicam as estimativas provisórias ajustadas de sazonalidade.

Entre os jovens (15 a 24 anos), a taxa de desemprego caiu de 27,2% em julho para 26,7% em agosto. Para setembro, projeta-se novo recuo para 26,5%.

Comentários ({{ total }})

Desemprego mantém-se em agosto, depois de revisão em baixa

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião