Banco Popular despede 295 trabalhadores em Portugal

Plano estratégico até 2018 prevê a redução de 2.592 empregados e 300 agências. Em Portugal, medida de ajustamento vai afetar cerca de 300 funcionários e 47 agências.

O Banco Popular vai dispensar 295 trabalhadores e encerrar 47 agências em Portugal, num esforço mais amplo do banco espanhol que vai afetar 2.592 empregados e 300 agências de todo o grupo.

A instituição financeira adiantou em comunicado que a saída de funcionários será feita através de processos de reforma e de rescisões por mútuo acordo. “Por forma a garantir aos trabalhadores o acesso ao subsídio de desemprego, em Portugal foi requerido ao Ministério do Trabalho, Solidariedade e Segurança Social a declaração do banco como empresa em reestruturação para efeitos de quadro de pessoal”, refere o Popular.

"Por forma a garantir aos trabalhadores o acesso ao subsídio de desemprego, em Portugal foi requerido ao Ministério do Trabalho, Solidariedade e Segurança Social a declaração do banco como empresa em reestruturação para efeitos de quadro de pessoal.”

Banco Popular

CMVM

O plano de redução de custos prevê uma poupança entre 175 milhões e 200 milhões de euros a partir de 2017. Além do downsizing da operação do banco espanhol, o novo plano estratégico 2016-2018 antecipa ainda a redução de ativos improdutivos.

O Banco Popular viu os lucros caírem 66% para 94,3 milhões de euros até setembro.

(Notícia atualizada às 19h39)

Quanto vale uma notícia? Contribua para o jornalismo económico independente

Quanto vale uma notícia para si? E várias? O ECO foi citado em meios internacionais como o New York Times e a Reuters por causa da notícia da suspensão de António Mexia e João Manso Neto na EDP, mas também foi o ECO a revelar a demissão de Mário Centeno e o acordo entre o Governo e os privados na TAP. E foi no ECO que leu, em primeira mão, a proposta de plano de recuperação económica de António Costa Silva.

O jornalismo faz-se, em primeiro lugar, de notícias. Isso exige investimento de capital dos acionistas, investimento comercial dos anunciantes, mas também de si, caro leitor. A sua contribuição individual é relevante.

De que forma pode contribuir para a sustentabilidade do ECO? Na homepage do ECO, em desktop, tem um botão de acesso à página de contribuições no canto superior direito. Se aceder ao site em mobile, abra a 'bolacha' e tem acesso imediato ao botão 'Contribua'. Ou no fim de cada notícia tem uma caixa com os passos a seguir. Contribuições de 5€, 10€, 20€ ou 50€ ou um valor à sua escolha a partir de 100 euros. É seguro, é simples e é rápido. A sua contribuição é bem-vinda.

António Costa
Publisher do ECO

5€
10€
20€
50€

Comentários ({{ total }})

Banco Popular despede 295 trabalhadores em Portugal

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião