Portugal com a maior queda nas vendas a retalho

  • Lusa
  • 7 Novembro 2016

As vendas a retalho em Portugal recuaram em setembro. A quebra foi a mais expressiva entre os países da Zona Euro.

As vendas a retalho caíram 0,2% na Zona Euro e nos 28 Estados-membros da União Europeia (UE), face ao mês anterior, divulga o Eurostat, tendo Portugal registado a maior quebra mensal.

Na comparação com o período homólogo, as vendas a retalho aumentaram, em setembro, 1,1% na Zona Euro e 2,2% na UE.

Os dados do gabinete oficial de estatísticas da UE mostram que, na variação em cadeia, a maior quebra das vendas a retalho foi registada em Portugal (-2,2%), seguindo-se a Eslovénia (-1,7%) e a Alemanha (-1,4%), enquanto as maiores subidas, face a agosto, se observaram na Estónia (1,5%), na Finlândia (1,1%) e na Dinamarca e Polónia (0,7% cada).

Já face ao mês homólogo de 2015, as subidas mais representativas registaram-se no Luxemburgo (15,2%), na Roménia (9,7%) e na Polónia (8,6%), enquanto os principais recuos tiveram lugar na Bélgica (-3,2%), na Alemanha (-0,4%) e na Eslovénia (-0,1%).

Em Portugal, o indicador aumentou 2,6% em termos homólogos.

Comentários ({{ total }})

Portugal com a maior queda nas vendas a retalho

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião