Nova emissão de obrigações para o retalho dá juro de 2%

O Governo vai tentar captar poupanças das famílias com uma nova emissão de OTRV. É a terceira deste novo produto, sendo que nesta a taxa é ainda mais baixa: 2%.

O Governo vai lançar uma nova emissão de Obrigações do Tesouro de Rendimento Variável (OTRV). É a terceira operação com recurso a este novo produto de poupança, sendo a meta de financiamento de 500 milhões de euros. Para atrair a poupança das famílias para estes títulos, o IGCP promete uma taxa de juro de 2%. É a mais baixa de todas.

“As OTRV serão colocadas através de oferta pública de subscrição dirigida ao público em geral a decorrer entre o dia 14 de novembro de 2016 e o dia 25 de novembro de 2016“, refere a agência liderada por Cristina Casalinho. Ou seja, quem pretende investir neste títulos de dívida pública pode começar a colocar ordem junto do intermediário financeiro a partir de segunda-feira.

O valor total a captar pelo Estado com mais esta emissão é de 500 milhões, mas “poderá ser aumentado, por opção do emitente, até ao dia 18 de novembro de 2016, inclusive, sendo que em caso de exercício desta opção será divulgada uma comunicação para o efeito até à referida data, inclusive, no sítio do IGCP”.

Nas anteriores emissões, o valor emitido no final acabou sempre por ser mais elevado tal o volume de ordens colocadas pelos portugueses. Mas as taxas também eram mais elevadas do que nesta terceira emissão. O IGCP revela que “a taxa de juro variável e igual à Euribor a seis meses acrescida de 2%, ocorrendo o reembolso do capital em 30 de novembro de 2021”. Ou seja, são 2% durante cinco anos. Na primeira a taxa foi de 2,2%, depois caiu para 2,05%.

Tal como nas anteriores operações de financiamento com recurso às OTRV, as condições de investimento mantêm-se. O “mínimo de subscrição por investidor de 1.000 euros correspondente a uma OTRV, e o máximo de 1.000.000 correspondente a mil OTRV”.

Tendo em conta a taxa de juro, um investimento de apenas 1.000 euros poderá traduzir-se em prejuízo para os investidores já que os bancos cobram várias comissões nestes produtos. Desde comissão de subscrição, custódia de títulos, pagamento de juros e resgate. Antes de investir, peça uma simulação.

(Notícia atualizada às 9h26 com mais informação sobre a nova emissão)

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Nova emissão de obrigações para o retalho dá juro de 2%

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião