Trump dita perdas de 300 mil milhões no investimento em obrigações

Os receios de que o plano de crescimento económico de Trump para os EUA possa conduzir a uma subida da inflação ditou perdas avultadas no mercado de obrigações esta quarta-feira.

Os investidores do mercado de obrigações perderam 308 mil milhões de euros (337 mil milhões de dólares) em apenas um dia, no seguimento da vitória de Donald Trump nas eleições presidenciais norte-americanas. Perdas que resultam do aumento dos receios de que o plano de crescimento económico contido na agenda do futuro presidente dos EUA possa conduzir a uma subida da inflação.

Em apenas três dias, o valor do mercado de obrigações a nível global encolheu em torno de 633 mil milhões de euros (692 mil milhões de dólares), segundo dados compilados pelo Bank of America Merrill Lynch, uma desvalorização que foi suportada pela especulação de que a vitória de Trump e a liderança dos republicanos no Congresso possa resultar numa onda de gastos e na subida de juros pela Reserva Federal dos EUA.

Inicialmente as obrigações subiram, assumindo-se como refúgio para os investidores numa altura em que os primeiros resultados davam Trump como vencedor, para depois mudarem de direção. “A política económica de Trump implica um ritmo de subida de juros provavelmente mais acelerado no próximo ano”, afirmou Robert Rennie, responsável pela equipa de mercados da australiana Westpac Banking, citado pela Bloomberg. “É claro que esta onda de voto populista refletiu, em parte, o desagrado com a contenção orçamental e a política de alívio da política monetária. Se estamos agora a assistir a uma mudança nos EUA, então isto significa que os mercados vão ter de o reavaliar”, acrescentou.

"A política económica de Trump implica um ritmo de subida de juros provavelmente mais acelerado no próximo ano.”

Robert Rennie

Westpac Banking

Robert Rennie antecipa que os juros da dívida soberana a dez anos norte-americana subam para 2,3%, até junho. Os juros de referência da dívida pública dos EUA seguem nos 2,03%, em Londres. Esta quarta-feira, as yields norte-americanas subiram 20 pontos base, o maior avanço diário deste junho de 2013.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Trump dita perdas de 300 mil milhões no investimento em obrigações

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião