Dow Jones mantém-se em máximos, Wall Street digere Trump

Política orçamental de Donald Trump marca o ritmo nas bolsas americanas. Dow Jones está em máximos, mas setor tecnológico deprime-se com o republicano na Casa Branca.

Com a eleição de Trump a dividir o mercado acionista norte-americano entre os vencedores e perdedores, os investidores estão a redirecionar as suas atenções para os setores que mais vão beneficiar com os estímulos orçamentais de o próximo inquilino da Casa Branca pretende implementar para reforçar a maior economia do mundo.

Neste cenário, o apetite pelo risco variava consoante as indústrias. Por exemplo, o industrial Dow Jones avançava no arranque da sessão cerca de 0,12% e somava a sexta sessão seguida de ganhos, mantendo-se em níveis recordes históricos, perante o otimismo de que vai ganhar com o plano orçamental de Trump. Entretanto, o índice de referência S&P 500 e o tecnológico Nasdaq perdiam 0,01% e 0,14%, respetivamente.

“Há muitos movimentos de reposicionamento no mercado, com os setores mais esperados para saírem bem com Trump a ofuscarem os setores mais problemáticos”, referiu Jasper Lawler, analista da CMC Markets, à Bloomberg. “Estamos a ver uma realocação dos investimentos de acordo com a política orçamental”, acrescentou.

"Há muitos movimentos de reposicionamento no mercado, com os setores mais esperados para saírem bem com Trump a ofuscarem os setores mais problemático. Estamos a ver uma realocação dos investimentos de acordo com a política orçamental.”

Jasper Lawler

Analista da CMC Markets

Um dos setores em maior evidência é o financeiro, perante a intenção da equipa de transição de Trump de inverter a Lei Dodd-Frank, implementada por Barack Obama para regular o setor após o crash de 2008. As ações do Bank of America ganhavam mais de 4%, enquanto o Citigroup e o Goldman Sachs subiam 3,3% e 2,7%, respetivamente.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Dow Jones mantém-se em máximos, Wall Street digere Trump

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião