A mesma água tanto pode custar 43 como 756 euros por ano

O estudo citado pela TSF mostra que as famílias com mais filhos são penalizadas na fatura da água. E que existem muitas discrepâncias nos preços cobrados consoante a região do país.

As duas ilhas dos Açores estão muito próximas, mas a distância entre o preço da água pago pelos seus habitantes é muito grande. No Corvo, uma família de cinco pessoas paga, por ano, 43 euros enquanto em Santa Cruz das Flores, na ilha das Flores, uma família também com cinco elementos, desembolsa, pelo mesmo consumo, 756 euros. Ou seja 17 vezes mais, segundo um estudo da Associação Portuguesa de Famílias Numerosas citado pela TSF (acesso gratuito).

Neste estudo, a associação concluiu que as famílias com mais elementos são as mais penalizadas na fatura da água, já que a maioria dos municípios não tem em conta a dimensão do agregado familiar na altura de taxar os consumos de água, o que penaliza as famílias com mais filhos. Além da diferença no preço por litro da água, muitas autarquias aplicam escalões progressivos ao consumo, destacou a Associação Portuguesa de Famílias Numerosas, salientando ainda que apenas 45% dos municípios tem tarifário familiar.

O Porto é um dos distritos do país que se destaca pela negativa: para além dos preços altos, a maioria dos municípios apresenta um tarifário que penaliza as famílias com mais filhos. A TSF destaca, por exemplo, o caso de Santo Tirso, onde para uma família de 10 elementos o custo anual é de 1.258 euros enquanto em Lisboa é de 283 euros.

As discrepâncias acontecem também dentro do mesmo município. Uma família de 3 elementos em Amarante paga anualmente 91 euros e a mesma família em Santo Tirso ou na Trofa (partilham o mesmo tarifário) pagam por ano 263 euros de água.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

A mesma água tanto pode custar 43 como 756 euros por ano

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião