Visa: Novas regras ameaçam compras online

As propostas da Autoridade Bancária Europeia (EBA) podem pôr em causa o comércio eletrónico. O alerta é dado pela Visa que diz que mais de 61% dos consumidores poderão abandonar as compras online.

As novas regras europeias sobre o comércio eletrónico põem em causa a conveniência das compras online. O alerta é dado pela Visa, tendo em conta as propostas apresentadas pela Autoridade Bancária Europeia (EBA) para a forma como irá implementar o chamado sistema de autenticação forte do cliente (SCA).

As novas regras incluem uma abordagem “one size fits all”, onde cada transação online acima de 10 euros irá exigir etapas adicionais no checkout, como a introdução de passwords, códigos ou o uso de um leitor de cartão.

Sérgio Botelho, country manager da Visa em Portugal, adianta em comunicado que “estas novas propostas ameaçam seriamente afetar a forma como todos realizamos compras online. Os planos trarão complicações e inconvenientes, incluindo mais transações declinadas e experiências de checkout mais longas e complicadas, com pouco ou nenhum benefício para os consumidores”.

“Apoiamos completamente fortes medidas de segurança. No entanto gerir pagamentos é sempre uma questão de encontrar o equilíbrio certo entre a segurança e a conveniência. A abordagem de one size fits all afasta este equilíbrio, tornando difícil para os consumidores fazer compras onde, quando e no dispositivo que quiserem. E isso vai irritar os consumidores e prejudicar o potencial das empresas para vender os seus bens e serviços”, refere aquele responsável.

Mas o que dizem em concreto as propostas da EBA?

Na prática significaria o fim dos express checkouts online, o que inclui os checkouts de um só clique, mesmo em lojas onde os consumidores fazem compras regularmente e o fim dos pagamentos rápidos e automáticos nas aplicações onde os cartões já estão associados. Uma medida que a Visa estima que afete metade dos consumidores europeus que fazem compras online. Uma pesquisa levada a cabo pela Visa junto de consumidores de cinco países europeus indica que quase dois terços (61%) abandonaria a compra se mais etapas forem adicionadas ao processo de checkout e de pagamento quando compram online.

Também as compras online fora da Europa seriam afetadas, na medida em que a proposta da EBA significa que os websites terão que seguir as novas regras europeias ou as compras serão automaticamente declinadas. Mais de 6 mil milhões em pagamentos podem ser impactados, representando dois terços de todas as transações europeus em sites internacionais. Dados da Visa mostram que 51% dos consumidores compram hoje online a retalhistas fora da União Europeia.

A somar a estes dados acrescem as longas filas e problemas no uso de cartões em locais como portagens e parques de estacionamento, onde a introdução do código PIN já não é necessária. Só em França esta medida afetaria mais de 500 milhões de viagens por ano.

As propostas de normas finais serão publicadas pela EBA a 12 de janeiro de 2017. Estas normas são uma resposta aos requisitos da Diretiva de Serviços de Pagamento (PSD2), que obriga a um sistema de autenticação forte do cliente para todos os pagamentos eletrónicos.

Para Sérgio Botelho não há nenhuma evidência de que estes inconvenientes “vai realmente reduzir a fraude. Temos hoje um sistema que funciona assente numa abordagem que chamamos de autenticação baseada no risco”. E adianta: “A fraude nos cartões Visa é extremamente baixa, de cerca de 0,05 por cada 100 euros gastos. E, de qualquer forma, os consumidores estão protegidos de perdas por fraude — todo o risco é assumido pelos comerciantes e bancos, que juntamente, com a Visa, já implementaram um conjunto de medidas de segurança para prevenir compras online fraudulentas”.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Visa: Novas regras ameaçam compras online

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião