Iraque vai cooperar com OPEP, petróleo dispara 2%

Ceticismo dá lugar à crença de que vai ser possível à OPEP alcançar um acordo para cortar a produção. Promessa de cooperação da parte do Iraque faz disparar preços do barril.

Numa corrida de última hora para evitar novamente o fracasso, os membros da OPEP já conseguiram um apoio importante. O Iraque já prometeu cooperar com o cartel no sentido de alcançar um acordo para cortar a produção. O ministro do Petróleo iraquiano, Jabbar al-Luaibi, manifestou “otimismo” quanto a um entendimento na decisiva reunião da próxima quarta-feira. Isto depois de a Arábia Saudita, o principal produtor da OPEP, ter colocado tudo em dúvida ao colocar-se de fora deste encontro.

Neste cenário, o barril de Brent, contrato de referência para as importações nacionais, valorizava 1,82% para 48,09 dólares, ao mesmo tempo que o contrato de crude, negociado em Nova Iorque, avançava 1,81% para 46,94 dólares.

Preços do petróleo numa montanha-russa

brent-01
Fonte: Bloomberg (valores em dólares)

“As possibilidades de um acordo serão elevadas mas continuamos céticos”, referiu Norbert Rücker, analista da Julius Baer, à Bloomberg.

A Arábia Saudita sinalizou este fim de semana que a OPEP não tem necessariamente de chegar a um acordo para baixar a produção e retirou-se de uma reunião que vários membros do cartel vão realizar com outros produtores que não fazem parte da OPEP, incluindo a Rússia.

"As possibilidades de um acordo serão elevadas mas continuamos céticos.”

Norbert Rücker

Analista da Julius Baer

Segundo o ministro do Petróleo saudita, a procura global por petróleo deverá recuperar no próximo ano, permitindo a estabilização dos preços, mesmo que a OPEP não avance para cortes. Tinha sido a Arábia Saudita um dos principais impulsionadores deste acordo no seio do cartel que iria impor a primeira redução da produção de petróleo em oito anos.

Entretanto, enquanto os ministros da Energia da Argélia e da Venezuela deslocam-se a Moscovo para convencer a Rússia a integrar um acordo, os responsáveis da OPEP realizam esta segunda-feira um encontro interno para resolver as diferenças em antecipação à reunião de quarta-feira, a última oportunidade que o cartel terá para implementar uma restrição na produção de ouro negro a nível global.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Iraque vai cooperar com OPEP, petróleo dispara 2%

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião