Marcelo sobre a CGD: “As pessoas mudam mas as instituições fortes permanecem”

O Presidente da República comenta assim a demissão de António Domingues e de mais seis administradores da Caixa Geral de Depósitos.

As pessoas mudam, mas as instituições fortes permanecem“. É desta forma que o Presidente da República comenta a demissão de António Domingues e de mais seis administradores da Caixa Geral de Depósitos.

O Presidente da República respondeu assim aos jornalistas, depois de, ontem, ter defendido a estabilização do sistema financeiro português como uma “prioridade nacional”. Nesse discurso, reconheceu que este é um processo difícil e que os obstáculos aparecem quando menos se espera.

“Aparecem contratempos, os mais inesperados? Aparecem”, disse. Mas o importante, sublinhou, é que no dia seguinte é preciso “acordar e continuar o caminho, com determinação, sabendo exatamente que é uma prioridade nacional”.

O Governo anunciou a demissão de António Domingues no domingo à noite, através de um comunicado do Ministério das Finanças. Esta manhã, seguiram-se mais seis administradores do banco público. Entretanto, António Costa já assegurou que deverá ser anunciado um novo nome para presidir à CGD ainda esta semana.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Marcelo sobre a CGD: “As pessoas mudam mas as instituições fortes permanecem”

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião