As 10 melhores aplicações do ano para o seu iPhone

A Apple divulgou esta semana a lista das melhores aplicações de 2016 para o sistema iOS. A "Prisma", que transforma fotos em obras de arte, foi a grande vencedora, mas há 'apps' para todos os gostos.

Anualmente, a Apple divulga uma lista das melhores aplicações para iOS. São as aplicações que fizeram furor ao longo do ano. Este ano venceu a Prisma, uma aplicação de edição de imagem que, logo depois do jogo Pokémon GO, foi a grande sensação dos últimos meses.

Se está à procura de ‘apps’ novas para o seu iPhone, veja a lista completa das dez recomendações da marca da maçã, compilada inicialmente pelo jornal digital Business Insider.

cropped-apple-1039117_1920

1. Prisma

175x175bb

Aquelas fotos que mais parecem obras de arte em aguarela viraram moda este ano. Mas não precisa de ser um artista para transformar uma das suas fotografias num quadro digno de Picasso. Basta instalar a Prisma e aplicar um dos muitos filtros disponíveis. É gratuita e pode ser descarregada aqui.

2. MSQRD

msqrd

A MSQRD (lê-se masquerade) é outra aplicação de filtros para o iPhone, com a novidade de permitir adicionar máscaras a fotografas e a vídeo — até em direto através do Facebook, se preferir. Há efeitos para todos os gostos e máscaras de diferentes formas e feitios. É gratuita e pode ser descarregada aqui.

3. Quartz

quartz

A Quartz é um jornal digital norte-americano com apostas fortes em inovação. Nunca teve aplicações móveis… até este ano: lançou uma de notícias para iOS, mas completamente diferente do habitual. Através dela, pode ver as principais notícias do dia sob a forma de conversa, com piadas e emojis pelo meio. É gratuita e pode ser descarregada aqui.

4. Vogue

vogue

A aplicação da revista feminina Vogue também mereceu o destaque da Apple este ano. Através dela, pode consultar os artigos da revista, com muitos vídeos a mistura. Os vários conteúdos encontram-se separados por secções e pode guardar os artigos de que gostou, ou outros para ler mais tarde. É gratuita e pode ser descarregada aqui.

5. Meditation Studio

mstudio

Meditar já não é para nichos. Agora, é uma prática comum para pessoas de todos os quadrantes: melhora o foco e promove o bem-estar físico e mental. Se nunca o fez e gostaria de começar, esta app promete ajudar. Tem aulas guiadas de meditação e sessões para diferentes estados de espírito, como ansiedade, dor ou stress. A única desvantagem é não ser gratuita: custa 3,99 euros e pode ser descarregada aqui.

6. Detour

detour

É um autêntico guia turístico para algumas das maiores e mais visitadas cidades do mundo. Ponha os auscultadores, reproduza uma sessão e desfrute da visita guiada. Se for com amigos, é possível sincronizar a sessão para que todos oiçam o mesmo em simultâneo. A aplicação é gratuita e pode ser descarregada aqui, mas as sessões têm de ser compradas no interior da aplicação. Os preços variam.

7. Credit Karma

ckarma

A Credit Karma é uma aplicação de finanças pessoais intuitiva. Permite fazer uma melhor gestão dos gastos, controlar créditos e saber sempre quanto dinheiro se tem e quanto se gastou. Inclui também as restantes funcionalidades habitais neste tipo de aplicações como, por exemplo, relatórios de despesas. É gratuita e pode ser descarregada aqui.

8. Glasses by Warby Parker

glasseswparker

A Warby Parker é uma loja norte-americana online de óculos, com preços a começar nos 95 dólares, o equivalente a cerca de 90 euros. A aplicação recomendada pela Apple é um catálogo dos produtos da loja. É gratuita (a app, não os óculos) e pode ser descarregada aqui.

9. Hyper

175x175bb

Música é uma coisa. Vídeo é outra. E ouvir música através dos vídeos é outra coisa muito comum. Mas, enquanto fazer playlists com músicas é fácil, o mesmo não se pode dizer para os vídeos. A Hyper faz isso e tem um sistema para guardar ou rejeitar vídeos recomendados: swipe right se gostou do vídeo, swipe left se não quiser nada com ele. É gratuita e pode ser descarregada aqui.

10. Tinycards

tinycards

Esta aplicação é uma forma diferente e interessante de aprender coisas novas: como anatomia, química ou um idioma novo, por exemplo. Para tal, usa um sistema de cartões. É dos mesmos criadores do Duolingo, uma das melhores aplicações para aprender línguas no mercado. E, por ser gratuita, vale a pena experimentar: descarregue-a aqui.

Quanto vale uma notícia? Contribua para o jornalismo económico independente

Quanto vale uma notícia para si? E várias? O ECO foi citado em meios internacionais como o New York Times e a Reuters por causa da notícia da suspensão de António Mexia e João Manso Neto na EDP, mas também foi o ECO a revelar a demissão de Mário Centeno e o acordo entre o Governo e os privados na TAP. E foi no ECO que leu, em primeira mão, a proposta de plano de recuperação económica de António Costa Silva.

O jornalismo faz-se, em primeiro lugar, de notícias. Isso exige investimento de capital dos acionistas, investimento comercial dos anunciantes, mas também de si, caro leitor. A sua contribuição individual é relevante.

De que forma pode contribuir para a sustentabilidade do ECO? Na homepage do ECO, em desktop, tem um botão de acesso à página de contribuições no canto superior direito. Se aceder ao site em mobile, abra a 'bolacha' e tem acesso imediato ao botão 'Contribua'. Ou no fim de cada notícia tem uma caixa com os passos a seguir. Contribuições de 5€, 10€, 20€ ou 50€ ou um valor à sua escolha a partir de 100 euros. É seguro, é simples e é rápido. A sua contribuição é bem-vinda.

António Costa
Publisher do ECO

5€
10€
20€
50€

Comentários ({{ total }})

As 10 melhores aplicações do ano para o seu iPhone

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião