Best Western quer abrir até 10 hotéis em Portugal

A cadeia norte-americana vai começar por Lisboa e, a partir daí, procurar outras regiões portuguesas. O Algarve também está nos planos.

A Best Western está à procura de novos negócios na Península Ibérica e quer abrir 30 hotéis na região, ao longo dos próximos cinco anos. Em Portugal, a cadeia hoteleira norte-americana quer chegar a 2021 com 10 hotéis.

A ideia é encontrar hotéis independentes em Portugal e Espanha, de categoria média e média alta e com mais de 70 quartos, que queiram integrar a marca Best Western. Em troca, a cadeia hoteleira garante crescimentos do volume de negócios na ordem dos dois dígitos, graças à projeção internacional que traz às unidades. Nas sete unidades que já gere no mercado ibérico, por exemplo, o volume de negócios ultrapassou os 3,12 milhões de euros em 2016, até à data, valor que representa um aumento de 35%, face a igual período do ano passado.

"Portugal é um país com uma forte indústria hoteleira. É um lugar privilegiado para as grandes cadeias de hotéis.”

Oriol Maresch

Best Western

Considerando apenas Portugal, o volume de negócios é de 366 mil euros este ano, valor que compara com os 138 mil registados no ano passado. Agora, a Best Western quer alargar os investimentos por cá. “Portugal é um país com uma forte indústria hoteleira, com uma situação privilegiada tanto a nível climático, como a nível geográfico”, justifica Oriol Maresh, diretor de desenvolvimento e operações da Best Western para Portugal e Espanha, em declarações ao ECO. Portugal é “um lugar privilegiado para as grandes cadeias de hotéis”, diz ainda.

Neville Graham, diretor internacional de serviços a hotéŽis membros, David Ferreira, diretor do Best Western Inca Porto, e Orion Maresch, diretor de desenvolvimento e operaçõ›es para Espanha e Portugal, estiveram em Lisboa para apresentar o novo plano da Best Western para o mercado ibérico
Neville Graham, diretor internacional de serviços a hotéŽis membros da Western, David Ferreira, diretor do Best Western Inca Porto, e Oriol Maresch, diretor de desenvolvimento e operaçõ›es da Best Western para Espanha e Portugal.Lionel Balteiro

A Best Western está já em negociações com unidades em Lisboa, mas o Algarve também está nos planos. “A partir de Lisboa, pois é onde existe maior movimento internacional, iremos seguir à procura de outras cidades e destinos turísticos. A longo prazo, pensamos numa expansão controlada, mas contínua”, refere Oriol Maresch. Já em Espanha, os alvos são Madrid e Barcelona, primeiro, e Costa del Sol, arquipélagos e norte do país, depois.

O grupo norte-americano não definiu ainda o número de unidades que pretende abrir em Portugal, referindo que o plano “vai ao encontro da atual capacidade hoteleira” e das “tendências relacionadas que marcam o futuro da indústria”. No fim, ainda que seja “difícil dizer um número”, será “em torno de oito a 10 hotéis“, adianta Oril Maresch.

A Best Western conta, atualmente, com cinco propriedades em Espanha (três em Barcelona, uma em Madrid e uma em Granada) e duas em Portugal (em Faro e no Porto). A nível global, tem mais de 4.100 hotéis em mais de 100 países.

Comentários ({{ total }})

Best Western quer abrir até 10 hotéis em Portugal

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião