Startup prevê crescimento económico por satélite. Em tempo real

Uma empresa japonesa criou um algoritmo que mede a intensidade da iluminação noturna com base em imagens de satélite. Depois, usa essa informação para calcular o crescimento económico, em tempo real.

Uma startup japonesa está a desenvolver uma tecnologia financeira inédita. A Nowcast, sedeada em Tóquio, garante que consegue estimar o crescimento económico em tempo real com base em imagens de satélite da luminosidade durante a noite. Para tal, recorre a dados da produção industrial e do comércio e conjuga-os com a intensidade da iluminação, medida e analisada por algoritmos informáticos.

Já a partir de fevereiro, vai começar a fazer estimativas do Produto Interno Bruto (PIB) dos Estados Unidos, China, Índia e Taiwan. A ideia é comercializar a tecnologia aos investidores, para que tenham acesso mais imediato a este tipo de dado, em vez de terem de esperar pelos números oficiais publicados no final de cada trimestre. Basear-se-á num modelo por subscrição e, segundo a agência Bloomberg, a empresa garante que os dados recolhidos sobre o Japão na fase de testes mostraram ser mais precisos do que as estimativas dos analistas.

"Os investidores têm fortes necessidades de terem um produto deste tipo. É importante ter acesso imediato à informação.”

Ryota Hayashi

Presidente executivo da Nowcast

Nascida no ano passado, na Universidade de Tóquio, a Nowcast tem um acordo com a National Oceanic and Atmospheric Administration desde novembro, que lhe garante acesso exclusivo no Japão à informação dos satélites do instituto atmosférico norte-americano. Com essa informação, a startup já faz previsões em tempo real dos níveis da inflação. E agora, com o pacote das previsões do PIB, a empresa espera conseguir alcançar os 100 subscritores até ao final do próximo ano.

A Nowcast não é, de longe, a primeira empresa a usar imagens de satélite para fazer estimativas. No entanto, é a primeira a aplicar este tipo de tecnologia para prever o crescimento económico em tempo real com recurso à intensidade da iluminação. À Bloomberg, Ryota Hayashi, que encabeça a startup, explicou que “os investidores têm fortes necessidades de terem um produto deste tipo”. “É importante ter acesso imediato à informação”, acrescentou.

Na fase de testes, foi calculada uma margem de erro de, em média, 0,36 pontos percentuais para estimativas duas semanas antes da apresentação oficial de resultados, e de 0,39 pontos percentuais para dados avançados com seis semanas de avanço. Segundo a Bloomberg, no primeiro caso, o desvio está em linha com as previsões dos analistas. No entanto, para estimativas com avanço de seis semanas, a tecnologia da Newcast bate as previsões dos analistas em 0,09 pontos percentuais de margem de erro. As análises tidas em conta nos cálculos foram as do Centro para a Investigação Económica do Japão.

Comentários ({{ total }})

Startup prevê crescimento económico por satélite. Em tempo real

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião