Mais uma dose: novo filme Star Wars estreia esta quinta-feira

"Rogue One: A Star Wars Story" é o oitavo filme da mítica saga e chega esta quinta-feira às salas de cinema. Retorno global pode superar os 300 milhões de dólares.

O oitavo filme de Star Wars chega esta quinta-feira às salas de cinema, Portugal incluído. Rogue One: A Star Wars Story, que é o primeiro spinoff da saga original, abre as hostilidades para tornar a guerra das estrelas num autêntico franchise — e finalmente capaz de apresentar o universo dos dróides e da força a novas gerações que nunca contactaram com ele.

Realizado por Gareth Edwards e com banda sonora de Michael Giacchino, foi produzido pela Lucasfilm, comprada pela Disney por mais de quatro mil milhões de dólares em 2012. Conta a imprensa especializada que a antestreia, no fim de semana passado, foi de puro êxtase. Os entusiastas gostaram. Muito. Quiçá, tanto quanto apreciaram o regresso da mítica saga ao grande ecrã, com Star Wars: The Force Awakens no ano passado — e que, note-se, nada tem que ver com a estreia desta quinta-feira.

Sim, Rogue One tem coisas novas. Sim, diverge ligeiramente daquilo a que os fãs se habituaram. Mas é por isso que poucos acreditam que a fórmula mágica de Star Wars se esgote, após se saber que sairá um novo todos os anos. No tempo, Rogue One é posto entre o episódio III e o IV. Que é como quem diz, entre o primeiríssimo Star Wars lançado em 1977 (A New Hope) e o de 2005, Revenge of the Sith. Em 2017, dezembro, volta-se a saltar no tempo: será a vez do episódio VIII, a continuação do filme lançado no ano passado.

O filme conta a história de como um grupo de rebeldes quer roubar os planos para destruir a Estrela da Morte, a poderosa estação espacial capaz de arrasar um planeta inteiro. Com um orçamento em torno dos 200 milhões de dólares, espera-se um retorno global que pode mesmo ultrapassar os 300 milhões de dólares.

Em Portugal, Rogue One estará em exibição nas principais salas de cinema do país. E importa olhar para o alerta da Business Insider. É que a estreia desta semana não é um filme familiar, ao contrário do habitual. Rogue One, escreve o site, é um filme de guerra, com todas as consequências disso. “É um filme sobre sacrifício”, indica a jornalista Kirsten Acuna.

Quanto vale uma notícia? Contribua para o jornalismo económico independente

Quanto vale uma notícia para si? E várias? O ECO foi citado em meios internacionais como o New York Times e a Reuters por causa da notícia da suspensão de António Mexia e João Manso Neto na EDP, mas também foi o ECO a revelar a demissão de Mário Centeno e o acordo entre o Governo e os privados na TAP. E foi no ECO que leu, em primeira mão, a proposta de plano de recuperação económica de António Costa Silva.

O jornalismo faz-se, em primeiro lugar, de notícias. Isso exige investimento de capital dos acionistas, investimento comercial dos anunciantes, mas também de si, caro leitor. A sua contribuição individual é relevante.

De que forma pode contribuir para a sustentabilidade do ECO? Na homepage do ECO, em desktop, tem um botão de acesso à página de contribuições no canto superior direito. Se aceder ao site em mobile, abra a 'bolacha' e tem acesso imediato ao botão 'Contribua'. Ou no fim de cada notícia tem uma caixa com os passos a seguir. Contribuições de 5€, 10€, 20€ ou 50€ ou um valor à sua escolha a partir de 100 euros. É seguro, é simples e é rápido. A sua contribuição é bem-vinda.

António Costa
Publisher do ECO

5€
10€
20€
50€

Comentários ({{ total }})

Mais uma dose: novo filme Star Wars estreia esta quinta-feira

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião