Wall Street a subir depois de anúncio da Fed

  • Leonor Rodrigues
  • 15 Dezembro 2016

A Fed anunciou na quarta-feira a subida das taxas de juros, uma medida que já era esperada pelos investidores. As bolsas norte-americanas começaram a sessão a valorizar.

Os três principais índices de referência norte-americanos começaram a sessão desta quinta-feira a subir. Os mercados estão a responder de forma positiva ao anúncio da Reserva Federal norte-americana (Fed) da subida das taxas de juros, ainda que a primeira reação de Wall Street à intenção de Yellen tenha sido negativa.

O S&P 500 abriu a sessão a valorizar 0,22% para os 2.258,13 pontos. Apesar de a subida dos juros por parte da Fed já ser esperada, os investidores foram surpreendidos com a previsão de mais três subidas no próximo ano e mais outras três em 2018 e no fecho da sessão de quarta-feira os principais índices de referência desvalorizaram depois de tocarem máximos históricos.

Também o Dow Jones e o índice tecnológico Nasdaq começaram a sessão a negociar no verde, a ganhar 0,26% para os 19.844,66 pontos e 0,17% para os 5.446,11 pontos, respetivamente.

Janet Yellen, a presidente da Reserva Federal dos EUA, anunciou na quarta-feira a subida dos juros em 25 pontos base. É a segunda vez em dez anos que a Fed sobe as taxas de juro, sendo que a primeira vez foi no ano passado. A medida já era esperada há algum tempo mas foi a vitória de Donald Trump nas eleições norte-americanas que fez com que a entidade responsável pela política monetária dos EUA decidisse avançar com este aumento.

Quanto vale uma notícia? Contribua para o jornalismo económico independente

Quanto vale uma notícia para si? E várias? O ECO foi citado em meios internacionais como o New York Times e a Reuters por causa da notícia da suspensão de António Mexia e João Manso Neto na EDP, mas também foi o ECO a revelar a demissão de Mário Centeno e o acordo entre o Governo e os privados na TAP. E foi no ECO que leu, em primeira mão, a proposta de plano de recuperação económica de António Costa Silva.

O jornalismo faz-se, em primeiro lugar, de notícias. Isso exige investimento de capital dos acionistas, investimento comercial dos anunciantes, mas também de si, caro leitor. A sua contribuição individual é relevante.

De que forma pode contribuir para a sustentabilidade do ECO? Na homepage do ECO, em desktop, tem um botão de acesso à página de contribuições no canto superior direito. Se aceder ao site em mobile, abra a 'bolacha' e tem acesso imediato ao botão 'Contribua'. Ou no fim de cada notícia tem uma caixa com os passos a seguir. Contribuições de 5€, 10€, 20€ ou 50€ ou um valor à sua escolha a partir de 100 euros. É seguro, é simples e é rápido. A sua contribuição é bem-vinda.

António Costa
Publisher do ECO

5€
10€
20€
50€

Comentários ({{ total }})

Wall Street a subir depois de anúncio da Fed

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião