Camião atropela multidão em Berlim. Há pelo menos nove mortos

  • Juliana Nogueira Santos
  • 19 Dezembro 2016

O incidente aconteceu num mercado de Natal na capital alemã. Ainda não se sabe a origem deste. Angela Merkel disse estar "de luto".

Berlim atentado
O camião que chocou contra um mercado de Natal, perto da igreja Kaiser Wilhelm em Berlim. De acordo com a polícia, várias pessoas morreram e dezenas ficaram feridas. As autoridades suspeitam tratar-se de um atentado.Clemens Bilan/EPA 19 dezembro, 2016

A chanceler alemã Angela Merkel disse estar “de luto” na sequência do ataque de um camião a um mercado de Natal na cidade alemã de Berlim.

Um camião chocou contra uma multidão que se encontrava num mercado de Natal na zona central de comércio de Berlim — Avenida Kurfürstendamm –, ferindo pelo menos 50 pessoas e provocando pelo menos um morto, avança a Reuters. De acordo com a CNN, haverá pelo menos nove mortos decorrentes do ataque. A polícia terá entretanto detido o suspeito de ser o condutor do camião.

O camião pertencia a uma empresa polaca. A polícia de Berlim acredita que se possa tratar de um “atentado terrorista” e está a pedir à população de Berlim que não saia à rua porque precisa de acesso livre ao local.

Em declarações à CNN, uma testemunha afirmou que não há hipóteses de se tratar de um acidente, referindo que o veículo não abrandou aquando do embate com a multidão. O camião circularia a uma velocidade superior a 60 km/h.

A hipótese de atentado terrorista ainda não foi descartada, sobretudo pela distância do local face às estradas principais.

(Atualizado às 20:13. Em atualização)

Quanto vale uma notícia? Contribua para o jornalismo económico independente

Quanto vale uma notícia para si? E várias? O ECO foi citado em meios internacionais como o New York Times e a Reuters por causa da notícia da suspensão de António Mexia e João Manso Neto na EDP, mas também foi o ECO a revelar a demissão de Mário Centeno e o acordo entre o Governo e os privados na TAP. E foi no ECO que leu, em primeira mão, a proposta de plano de recuperação económica de António Costa Silva.

O jornalismo faz-se, em primeiro lugar, de notícias. Isso exige investimento de capital dos acionistas, investimento comercial dos anunciantes, mas também de si, caro leitor. A sua contribuição individual é relevante.

De que forma pode contribuir para a sustentabilidade do ECO? Na homepage do ECO, em desktop, tem um botão de acesso à página de contribuições no canto superior direito. Se aceder ao site em mobile, abra a 'bolacha' e tem acesso imediato ao botão 'Contribua'. Ou no fim de cada notícia tem uma caixa com os passos a seguir. Contribuições de 5€, 10€, 20€ ou 50€ ou um valor à sua escolha a partir de 100 euros. É seguro, é simples e é rápido. A sua contribuição é bem-vinda.

António Costa
Publisher do ECO

5€
10€
20€
50€

Comentários ({{ total }})

Camião atropela multidão em Berlim. Há pelo menos nove mortos

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião