2016: Américo Amorim inicia transição do poder com “passagem de testemunho” na Galp

  • Lusa
  • 20 Dezembro 2016

Paula Amorim é a senhora que se segue. Desde outubro a filha de Américo Amorim assumiu a presidência do Conselho de Administração da Galp Energia. É a subida ao poder da nova geração.

O ano que agora termina fica marcado pela ‘passagem de testemunho’ de Américo Amorim à filha mais velha, Paula Amorim, que assumiu em outubro a presidência do Conselho de Administração da Galp Energia.

O anúncio da saída Américo Amorim foi feito em 14 de outubro, com o empresário de 82 anos a invocar motivos pessoais para deixar a presidência do Conselho de Administração petrolífera.

A sucessão na Galp, o primeiro passo na transição do poder, foi anunciada seis meses depois de o ‘rei da cortiça’, como a revista Forbes lhe chamou, ter sido internado no Hospital de Gaia com uma insuficiência cardíaca, o que implicou um longo período de recuperação.

Para substituí-lo na Galp, o empresário escolheu a primogénita, Paula Amorim, que já integrava o Conselho de Administração da petrolífera desde abril de 2012 e tinha a vice-presidência desde abril de 2015, cargo que agora passa a ser assumido por Miguel Athayde Marques.

No seu primeiro ato público enquanto ‘chairman’, Paula Amorim garantiu que “não vai mudar absolutamente nada” na Galp e manifestou ainda “total confiança” na Comissão Executiva, liderada por Carlos Gomes da Silva, que em abril de 2015 foi o gestor escolhido pelo pai – principal acionista da Galp, através da Amorim Energia – para suceder a Ferreira de Oliveira.

Não vai mudar absolutamente nada. Estou aqui no sentido de continuidade”, afirmou então Paula Amorim.

A saída de Américo Amorim do Conselho de Administração foi acompanhada pela entrada para vogal da filha Marta Amorim, que é vice-presidente do Grupo Américo Amorim e membro do Conselho de Administração da Amorim Energia.

Paula Ramos Amorim é também presidente da Amorim Holding II, SGPS, SA, empresa do Grupo Américo Amorim, onde ingressou em 1992 e exerceu vários cargos de administração.

Criou, em dezembro de 2010, a ‘holding’ Amorim Luxury – SGPS, S.A e desde 2005 desenvolve atividade empresarial na Amorim Fashion, sociedade de que é acionista única.

Nos últimos anos, Américo Amorim tem surgido quase ininterruptamente na revista Forbes como o homem mais rico de Portugal. Na lista anual de 2016 da revista surgem 1.810 milionários e o empresário português ocupa a posição 369, a mesma do ano anterior, com uma fortuna estimada em 4,1 mil milhões de dólares (3,7 mil milhões de euros).

A designação da presidente do Conselho de Administração e a cooptação de um novo membro deste órgão estão sujeitas ainda a ratificação na próxima assembleia-geral de acionistas da Galp Energia.

Quanto vale uma notícia? Contribua para o jornalismo económico independente

Quanto vale uma notícia para si? E várias? O ECO foi citado em meios internacionais como o New York Times e a Reuters por causa da notícia da suspensão de António Mexia e João Manso Neto na EDP, mas também foi o ECO a revelar a demissão de Mário Centeno e o acordo entre o Governo e os privados na TAP. E foi no ECO que leu, em primeira mão, a proposta de plano de recuperação económica de António Costa Silva.

O jornalismo faz-se, em primeiro lugar, de notícias. Isso exige investimento de capital dos acionistas, investimento comercial dos anunciantes, mas também de si, caro leitor. A sua contribuição individual é relevante.

De que forma pode contribuir para a sustentabilidade do ECO? Na homepage do ECO, em desktop, tem um botão de acesso à página de contribuições no canto superior direito. Se aceder ao site em mobile, abra a 'bolacha' e tem acesso imediato ao botão 'Contribua'. Ou no fim de cada notícia tem uma caixa com os passos a seguir. Contribuições de 5€, 10€, 20€ ou 50€ ou um valor à sua escolha a partir de 100 euros. É seguro, é simples e é rápido. A sua contribuição é bem-vinda.

António Costa
Publisher do ECO

5€
10€
20€
50€

Comentários ({{ total }})

2016: Américo Amorim inicia transição do poder com “passagem de testemunho” na Galp

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião