DBRS melhora perspetiva da dívida do Novo Banco

A agência de notação financeira acredita que parte dos riscos enfrentados pelo Novo Banco "se têm reduzido significativamente".

A DBRS confirmou o rating de longo prazo da dívida sénior e dos depósitos do Novo Banco e decidiu subir a perspetiva de “negativa” para “estável”, anunciou o banco, esta terça-feira, em comunicado enviado à Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM). O rating de curto prazo também se manteve.

“A DBRS decidiu hoje confirmar o rating de longo prazo de dívida sénior e depósitos do Novo Banco em CCC (high) e alterar a tendência de ‘negativa’ para ‘estável’. A agência confirmou o rating de curto prazo de dívida e depósitos em R-5, com tendência estável”, refere o comunicado.

Sobre a decisão da agência de notação financeira canadiana, a única que mantém a dívida soberana portuguesa fora do lixo, o Novo Banco refere que “a alteração da tendência de ‘negativa’ para ‘estável’ reflete a opinião da DBRS que parte dos riscos enfrentados pelo Novo Banco se têm reduzido significativamente”.

“A agência confirmou igualmente o Critical Obligation Rating em BB (low) / R-4 e reviu a tendência de longo prazo de ‘negativa’ para ‘estável’ e confirmou a tendência ‘estável’ para o curto prazo”, sublinha o Novo Banco.

A DBRS confirmou, ainda, o rating das obrigações seniores e não subordinadas do Novo Banco garantidas pelo Estado em BBB, com perspetiva estável.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

DBRS melhora perspetiva da dívida do Novo Banco

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião