CaixaBI: BPI terá registado lucros de 266 milhões em 2016

BPI apresenta resultados no dia 26. Analistas do CaixaBI estimam que o banco liderado por Fernando Ulrich tenha registado uma subida de lucros de 266 milhões de euros em 2016.

O BPI deverá ter registado uma subida de 12,7% dos lucros para 266,4 milhões de euros em 2016, um resultado impulsionado pelo crescimento de 13,6% da margem financeira para 753,8 milhões de euros, segundo uma estimativa do CaixaBI.

O banco liderado por Fernando Ulrich prepara-se para apresentar contas do ano passado no dia 26 de janeiro, numa altura em que é alvo de uma Oferta Pública de Aquisição (OPA) da parte do CaixaBank. O grupo catalão oferece 1,134 euros por cada ação que ainda não detém.

Para o CaixaBI, o negócio do BPI deverá ter beneficiado da queda dos custos dos depósitos, o que lhe permitiu melhorar a margem financeira — a diferença entre os juros pagos nos depósitos e os recebidos nos empréstimos.

“A margem financeira doméstica vai continuar a beneficiar da queda dos custos dos depósitos com a média do spread sobre os novos depósitos pagos pelo BPI em setembro a situar-se apenas 0,2% acima da Euribor. Isto é o equivalente a uma média de taxa de juro de 0% que o BPI pagou nos depósitos originados em setembro”, diz o banco de investimento.

Em relação ao trimestre, o lucro terá ficado nos 83,3 milhões de euros, representando uma queda de 2,4% face aos resultados do trimestre de 2015.

As ações do BPI valorizaram 0,44% para 1,133 euros.

Quanto vale uma notícia? Contribua para o jornalismo económico independente

Quanto vale uma notícia para si? E várias? O ECO foi citado em meios internacionais como o New York Times e a Reuters por causa da notícia da suspensão de António Mexia e João Manso Neto na EDP, mas também foi o ECO a revelar a demissão de Mário Centeno e o acordo entre o Governo e os privados na TAP. E foi no ECO que leu, em primeira mão, a proposta de plano de recuperação económica de António Costa Silva.

O jornalismo faz-se, em primeiro lugar, de notícias. Isso exige investimento de capital dos acionistas, investimento comercial dos anunciantes, mas também de si, caro leitor. A sua contribuição individual é relevante.

De que forma pode contribuir para a sustentabilidade do ECO? Na homepage do ECO, em desktop, tem um botão de acesso à página de contribuições no canto superior direito. Se aceder ao site em mobile, abra a 'bolacha' e tem acesso imediato ao botão 'Contribua'. Ou no fim de cada notícia tem uma caixa com os passos a seguir. Contribuições de 5€, 10€, 20€ ou 50€ ou um valor à sua escolha a partir de 100 euros. É seguro, é simples e é rápido. A sua contribuição é bem-vinda.

António Costa
Publisher do ECO

5€
10€
20€
50€

Comentários ({{ total }})

CaixaBI: BPI terá registado lucros de 266 milhões em 2016

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião