Peugeot volta a escolher Portugal para o 5008

A fabricante francesa vai realizar entre fevereiro e março o lançamento internacional do novo 5008. Lisboa foi a cidade escolhida.

Há um novo Peugeot. É o 5008, que vem na linha do 3008. Chega em breve ao mercado, depois de ter sido revelado no Salão de Paris, em França. A apresentação internacional à imprensa será, no entanto, em território nacional. A marca francesa elegeu Portugal, mais propriamente Lisboa, para dar a conhecer o novo modelo.

O SUV, que se posiciona acima do 3008, modelo do qual segue as novas linhas desenhadas pela fabricante gaulesa, será apresentado a 600 jornalistas provenientes de 30 países entre 12 de fevereiro a 3 de março, revelou a Peugeot. A apresentação dinâmica será efetuada num percurso entre Lisboa e a Serra da Arrábida.

Este novo modelo é só mais um dos vários que a Peugeot já apresentou à imprensa internacional em território nacional. “É a quinta vez num passado recente que a marca Peugeot investe em Portugal para a apresentação mundial de um modelo”, nota a marca em comunicado.

Houve um interregno no ano passado, isto depois de em 2015 a Peugeot ter escolhido Cascais para dar a conhecer as qualidades desportivas do Peugeot 308 GT, sendo que o 308 GTi by Peugeot Sport foi conduzido pelos jornalistas no Grande Porto, Douro e Braga.

A Peugeot recorda que em 2012 Portugal recebeu a apresentação mundial do Peugeot 208, com mais de 1.200 jornalistas presentes no eixo Cascais-Grande Lisboa e Serra de Montejunto. O primeiro dos lançamento internacionais em Portugal aconteceu em 2004, o ano Europeu de Futebol, com o Peugeot 407. Foi no Algarve.

Quanto vale uma notícia? Contribua para o jornalismo económico independente

Quanto vale uma notícia para si? E várias? O ECO foi citado em meios internacionais como o New York Times e a Reuters por causa da notícia da suspensão de António Mexia e João Manso Neto na EDP, mas também foi o ECO a revelar a demissão de Mário Centeno e o acordo entre o Governo e os privados na TAP. E foi no ECO que leu, em primeira mão, a proposta de plano de recuperação económica de António Costa Silva.

O jornalismo faz-se, em primeiro lugar, de notícias. Isso exige investimento de capital dos acionistas, investimento comercial dos anunciantes, mas também de si, caro leitor. A sua contribuição individual é relevante.

De que forma pode contribuir para a sustentabilidade do ECO? Na homepage do ECO, em desktop, tem um botão de acesso à página de contribuições no canto superior direito. Se aceder ao site em mobile, abra a 'bolacha' e tem acesso imediato ao botão 'Contribua'. Ou no fim de cada notícia tem uma caixa com os passos a seguir. Contribuições de 5€, 10€, 20€ ou 50€ ou um valor à sua escolha a partir de 100 euros. É seguro, é simples e é rápido. A sua contribuição é bem-vinda.

António Costa
Publisher do ECO

5€
10€
20€
50€

Comentários ({{ total }})

Peugeot volta a escolher Portugal para o 5008

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião