Rui Moreira quer taxa turística no Porto

O autarca do Porto diz que o objetivo é "impedir que o turismo assuma a proporção que assumiu em Barcelona".

O presidente da Câmara do Porto admitiu hoje, no ECO Talks, que está a decorrer no Porto, que vai introduzir a taxa turística no Porto, caso seja reeleito para um segundo mandato na cidade.

Para Rui Moreira não fazia sentido a introdução da taxa neste mandato, primeiro porque não foi assunto da campanha eleitoral e segundo porque o mandato está no final.

O autarca sublinha que “este é um assunto em que existe um consenso alargado”.

Questionado sobre o que fazer com a receita resultante da taxa turística, Moreira referiu que o objetivo é impedir que “turismo não assuma as mesmas proporções que teve em Barcelona e na Mouraria, em Lisboa”. O autarca reforça ainda que “o objetivo não é fazer concorrência aos privados” e admitiu ainda que o valor da taxa “não está ainda definido”.

Rui Moreira nega contudo que o turismo esteja a expulsar os cidadãos da cidade, tendo mesmo referido que até 2011 “não havia nenhum boom do turismo” e as freguesias estavam a perder cidadãos. Aliás, para o presidente da segunda maior autarquia do país adianta que a “Câmara tem que ter uma política ativa de alojamento para garantir que os cidadãos ficam”.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Rui Moreira quer taxa turística no Porto

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião