Crédito pessoal através do smartphone? O Totta tem

O Santander Totta introduziu a possibilidade de os seus clientes contratarem um crédito pessoal através da app do banco, sem que seja necessário ir ao balcão.

Depois do Banco CTT, chegou a vez do Santander Totta também dar crédito através do smartphone. A instituição financeira liderada por Vieira Monteiro acaba de disponibilizar aos seus clientes a possibilidade de fazerem um crédito pessoal através da app do banco sem que, para tal, seja necessário que estes se dirijam ou falem com o banco.

Através desta nova funcionalidade, será possível aos clientes do Santander Totta fazerem simulações para o seu crédito pessoal, escolhendo o montante necessário e o prazo pretendidos. De seguida, são apresentadas pelo banco as condições do crédito bem como a respetiva documentação. “Após aprovação e aceitação do cliente, o montante do financiamento fica disponível na Conta do Cliente”, explica o Santander Totta.

Através do CrediSIMPLES, nome que designa o novo produto do banco, é possível obter financiamentos entre um mínimo de 2.500 e um máximo de 25.000 euros, para prazos que vão desde os 24 até aos 72 meses. Para o exemplo de um empréstimo de 7.500 euros para um prazo de 48 meses, as condições oferecidas pelo Totta implicam o pagamento de uma TAEG (taxa anual de encargos globais) de 12,4%.

O lançamento desta nova funcionalidade na app do Santander Totta surge poucos dias de pois de também o Banco CTT ter lançado uma app que permite a contratação de um crédito à habitação exclusivamente através do smartphone. Na ocasião, Luís Pereira Coutinho, CEO do banco justificou o lançamento da Casa Banco CTT como o resultado da constatação da forte adesão dos seus clientes aos meios digitais. “Temos uma posição relevante no segmento digital: 40% dos nossos clientes são ativos no digital”, disse o CEO na altura.

O mesmo tipo de argumento é utilizado pelo Santander Totta para justificar a possibilidade de contratar um crédito pessoal exclusivamente através da app do banco. “Este produto inovador vem de encontro ao objetivo do banco em tornar-se cada vez mais um banco digital, e ser cada vez mais simples, próximo e justo nos seus processos e na sua relação com os clientes”, diz o banco liderado por Vieira Monteiro, acrescentando que já tem mais de 500 mil clientes digitais.

Contribua. A sua contribuição faz a diferença

Precisamos de si, caro leitor, e nunca precisamos tanto como hoje para cumprir a nossa missão. Que nos visite. Que leia as nossas notícias, que partilhe e comente, que sugira, que critique quando for caso disso. A contribuição dos leitores é essencial para preservar o maior dos valores, a independência, sem a qual não existe jornalismo livre, que escrutine, que informe, que seja útil.

A queda abrupta das receitas de publicidade por causa da pandemia do novo coronavírus e das suas consequências económicas torna a nossa capacidade de investimento em jornalismo de qualidade ainda mais exigente.

É por isso que vamos precisar também de si, caro leitor, para garantir que o ECO é económica e financeiramente sustentável e independente, condições para continuar a fazer jornalismo rigoroso, credível, útil à sua decisão.

De que forma? Contribua, e integre a Comunidade ECO. A sua contribuição faz a diferença,

Ao contribuir, está a apoiar o ECO e o jornalismo económico.

António Costa
Publisher do ECO

5€
10€
20€
50€

Comentários ({{ total }})

Crédito pessoal através do smartphone? O Totta tem

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião