Turismo gera mais de oito mil milhões de euros em Lisboa

Em dez anos, a região de Lisboa mais do que duplicou o número de hóspedes, com um total de 7,3 milhões em 2015. Os lisboetas acreditam que o turismo trouxe mais vida à cidade.

O turismo teve um impacto económico de 8,4 mil milhões de euros na Região de Lisboa, em 2015, ano em que gerou cerca de 150 mil postos de trabalho. As contas são da consultora Deloitte e constam de um estudo feito para a Associação Turismo de Lisboa (ATL)

Este impacto económico, aponta a consultora, representa um aumento médio anual de 8% nos últimos dez anos. Neste período de 2005 a 2015, o maior crescimento da região foi o da cidade de Lisboa, com uma média de 9,5% ao ano. A restante região cresceu, em média, 4,7%.

O emprego também evoluiu a um ritmo acelerado. De 2005 para 2015, o número de postos de trabalho (criados ou mantidos) no setor do turismo passou de 137.069 para 149.914, um aumento de quase 15%. Feitas as contas, o setor do turismo dava trabalho a 12,4% da população residente empregada da região de Lisboa.

Já em relação à cadeia de valor (a diferença entre benefícios e custos de uma oferta) dos operadores do setor, a hotelaria conseguiu aumentar este indicador em 240 milhões de euros, seguindo-se a restauração, com 200 milhões de euros. Os transportes e compras registaram um crescimento de 140 milhões cada, os congressos e reuniões aumentaram o valor em 100 milhões e a animação turística em 75 milhões.

Os resultados, refere a ATL em comunicado enviado às redações, são reflexo de uma “estratégia concertada entre entidades públicas e privadas”, que reforçou “a atratividade de Lisboa” e levou a um “aumento progressivo no número de hóspedes”. Feitas as contas, o número de hóspedes mais do que duplicou no período em análise, passando de 3,5 milhões para 7,3 milhões de hóspedes em 2015. Este valor representa mais de 40% do total de hóspedes que ficaram em Portugal em 2015, segundo os dados do Instituto Nacional de Estatística (INE).

Turismo trouxe vida à cidade, acreditam os lisboetas

Num outro estudo feito para a ATL, que avaliou a opinião dos lisboetas sobre o turismo na cidade, conclui-se que “mais de 90% da população que reside e trabalha em Lisboa tem uma opinião positiva ou muito positiva sobre os turistas e a contribuição do turismo para a capital portuguesa”.

Entre as principais áreas em que o turismo tem um impacto positivo, consideram os lisboetas, estão a reabilitação das zonas históricas e tradicionais, a preservação do património e a reabilitação dos prédios e edifícios de habitação. Já as principais vantagens que o turismo traz são o desenvolvimento da economia, o aumento do comércio e a criação de oportunidades de emprego.

O estudo, realizado pela Intercampus, aponta que a cidade “tem hoje mais vida” para 91% dos residentes e para 80% dos que trabalham em Lisboa. Há ainda 73% da população lisboeta que concorda com a afirmação “o turismo tem-me ajudado a sentir mais orgulhoso em relação a Lisboa“.

Mesmo nos bairros históricos, onde o impacto do turismo é maior, o estudo aponta uma opinião positiva, com 91% a considerar que o turismo traz mais vida à cidade e 80% a dizer que o turismo ajuda a sentir mais orgulho na cidade.

Comentários ({{ total }})

Turismo gera mais de oito mil milhões de euros em Lisboa

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião