Dívida pública sobe em 2016, após queda em 2015

  • ECO e Lusa
  • 21 Fevereiro 2017

A dívida pública na ótica de Maastricht subiu para 130,6% do Produto Interno Bruto (PIB) em 2016, acima dos 129% registados no ano anterior.

A dívida pública na ótica de Maastricht subiu para 130,6% do Produto Interno Bruto (PIB) em 2016, acima dos 129% registados no ano anterior, segundo divulgou esta terça-feira o Banco de Portugal (BdP).

De acordo com dados divulgados pelo BdP, a dívida das administrações públicas na ótica de Maastricht (a que conta para Bruxelas) até dezembro aumentou face ao registado no final de 2015, mas desceu face ao valor registado até setembro, que era de 133,4% do PIB. Depois da quebra registada em 2015, 2016 voltou a ser um ano de aumento do peso da dívida.

Isto significa que a dívida pública ficou acima do previsto pelo Governo, que, segundo o Orçamento do Estado para 2017, estimava que este indicador subisse de 129% do PIB em 2015 para 129,7% do PIB no final de 2016.

A dívida pública ascendeu a 241.106 milhões de euros no final de dezembro do ano passado, quando no final de 2015 totalizava 231.584 milhões de euros. De acordo com a informação apresentada pelo IGCP aos investidores internacionais, a dívida pública em percentagem do PIB em 2017 deverá encolher. A estimativa é de que recue para 128,3% do PIB.

Já a dívida líquida de depósitos da administração pública desceu para 121,2% em dezembro de 2016, ficando abaixo dos 121,6% registados no final de 2015, mas também do pico de 121,8% verificados até setembro (o período anterior para o qual o banco central disponibiliza o rácio da dívida sobre o PIB).

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Dívida pública sobe em 2016, após queda em 2015

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião