Montepio pode ter de emitir dívida subordinada

  • Rita Atalaia
  • 14 Março 2017

Assim como a Caixa Geral de Depósitos, a Caixa Económica Montepio Geral pode ter de emitir dívida subordinada (ou seja, de elevado risco) para reforçar os rácios de capital.

A Caixa Económica Montepio Geral pode ter de emitir dívida de elevada subordinação para reforçar os rácios de capital. Quem o diz é o presidente da Associação Mutualista Montepio Geral. António Tomás Correia relembra o que já foi dito por José Morgado, que lidera a Caixa Económica: o banco não vai recorrer à Associação para reforçar as exigências de capital impostas pelo Banco Central Europeu. A saída poderá ser recorrer ao mercado através da emissão de dívida subordinada, uma operação que a Caixa Geral de Depósitos (CGD) pretende realizar nas próximas semanas.

“O Montepio não está afastado da possibilidade” de ter de emitir dívida subordinada para reforçar os rácios de capital impostos pelas autoridades europeias, diz António Tomás Correia. O presidente da Associação Mutualista Montepio Geral refere que “é um problema que se vai resolver ao longo de 2017”.

António Tomás Correia relembra o que já foi dito por José Morgado, que lidera a Caixa Económica, de que o banco não terá de recorrer à Associação para cumprir os requisitos de capital. Terá, por isso, de emitir “rapidamente” dívida de elevada subordinação. Ou seja, de elevado risco e com juros que rondam os 8% a 10%.

Uma operação que a CGD espera realizar já este mês. Paulo Macedo, o presidente executivo da Caixa, já disse que acredita que a emissão de dívida subordinada que o banco tem de emitir vai ser feita “com êxito”. Uma emissão cujo road show deve começar este mês, já que é quando devem chegar as autorizações necessárias, explicou o gestor na apresentação dos resultados do banco para 2016 — os piores de sempre. A CGD tem previsto a emissão destes títulos de elevado risco em duas tranches, numa operação que deve contar com custos elevados para o banco estatal.

 

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Montepio pode ter de emitir dívida subordinada

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião