CEO do Barclays investigado por tentar identificar delator

  • ECO
  • 10 Abril 2017

Jes Staley tentou identificar um delator interno. O ato está sob investigação e vai-lhe custar uma repreensão formal, além de um corte na componente variável do seu salário.

O presidente executivo do Barclays está a ser alvo de uma investigação por parte das autoridades britânicas por ter tentado identificar um delator em 2016. Jes Staley tentou descobrir quem foi o responsável por uma carta que alertava o banco para um assunto que envolvia um executivo sénior.

Staley afirmou que acreditava que estava dentro dos seus poderes a identificação do autor da dita carta, quando na verdade não o podia fazer. O presidente executivo do banco já pediu desculpa à administração por não ter feito a melhor gestão do assunto, mas isto irá custar-lhe não só uma repreensão formal, como também um ajuste na componente variável do seu salário.

Tentar identificar um delator poderá violar leis de proteção de testemunhas, tanto no Reino Unido como nos Estados Unidos — visto que o Departamento de Serviços Financeiros norte-americano também estará a investigar o caso. O autor da carta ainda não foi identificado.

Quanto vale uma notícia? Contribua para o jornalismo económico independente

Quanto vale uma notícia para si? E várias? O ECO foi citado em meios internacionais como o New York Times e a Reuters por causa da notícia da suspensão de António Mexia e João Manso Neto na EDP, mas também foi o ECO a revelar a demissão de Mário Centeno e o acordo entre o Governo e os privados na TAP. E foi no ECO que leu, em primeira mão, a proposta de plano de recuperação económica de António Costa Silva.

O jornalismo faz-se, em primeiro lugar, de notícias. Isso exige investimento de capital dos acionistas, investimento comercial dos anunciantes, mas também de si, caro leitor. A sua contribuição individual é relevante.

De que forma pode contribuir para a sustentabilidade do ECO? Na homepage do ECO, em desktop, tem um botão de acesso à página de contribuições no canto superior direito. Se aceder ao site em mobile, abra a 'bolacha' e tem acesso imediato ao botão 'Contribua'. Ou no fim de cada notícia tem uma caixa com os passos a seguir. Contribuições de 5€, 10€, 20€ ou 50€ ou um valor à sua escolha a partir de 100 euros. É seguro, é simples e é rápido. A sua contribuição é bem-vinda.

António Costa
Publisher do ECO

5€
10€
20€
50€

Comentários ({{ total }})

CEO do Barclays investigado por tentar identificar delator

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião