PepsiCo vai dar gás a startups inovadoras

Programa Nutrition Greenhouse foi alargado a empresas e ideias europeias relacionadas com nutrição, saúde e bem-estar. Prémio de incubação pode chegar aos 100.000 euros.

Grupo Pepsi lança programa de incubação europeu.Pixabay

A PepsiCo prepara-se para lançar o programa de incubação Nutrition Greenhouse, que funciona em regime de incubação colaborativa, na Europa. O projeto de incubação de startups tem como objetivo apoiar o crescimento de marcas emergentes nas áreas de nutrição, saúde e bem-estar na indústria da alimentação e bebidas.

“Em 2006, a PepsiCo iniciou uma jornada para transformar a forma como fazemos negócios para que possamos atingir resultados financeiros positivos de uma forma que seja sensível às necessidades da sociedade. Chamamos a isso Resultados com Responsabilidade e inclui um importante esforço em transformar a nossa carteira de produtos e oferecer opções mais saudáveis. O nosso objetivo é que a taxa de crescimento de vendas da nossa oferta de Nutrição supere a taxa de crescimento de vendas do resto da carteira global”, explica Juan Ignacio Amat, vice-presidente de nutrição da PepsiCo Europa Ocidental e África subsariana e líder do programa, em comunicado.

A procura dos consumidores por alimentos e bebidas mais nutritivas continua a aumentar e esta é uma área entusiasmante para a nossa indústria. Temos uma enorme oportunidade de usar a nossa escala global e os nossos recursos para influenciar uma mudança positiva.

Juan Ignacio Amat

Líder do Nutrition Greenhouse

Incubar e acelerar ideias

As candidaturas ao Nutrition Greenhouse estão disponíveis online até 15 de maio: são aceites candidatos cujas marcas atinjam vendas anuais não superiores a dois milhões de euros. Cada um dos oito projetos selecionados vai receber um apoio de 25.000 euros e entram diretamente para o programa de incubação de seis meses, que conta com o acompanhamento de especialistas da PepsiCo que gerem marcas como Quaker, Alvalle, Naked e Tropicana. A avaliação dos candidatos centra-se na análise de fatores como a qualidade do produto e da marca, o enfoque na saúde dos consumidores, a escalabilidade do modelo de negócio e as características do mercado.

“Acreditamos que as pessoas de todo o mundo deveriam ter acesso a produtos nutritivos, convenientes e de grande sabor. Para que isto suceda, é necessária uma colaboração estreita e pretendemos que as empresas mais pequenas vejam a PepsiCo como um parceiro que as ajude a dar escala aos seus negócios. Queremos colaborar com empresários que partilhem a nossa visão Resultados com Responsabilidade já que trabalhando juntos e aproveitando o melhor das nossas organizações, podemos colocar novos produtos nutritivos e inovadores no cabaz de compras dos europeus”, esclarece Jim Andrew, vice-presidente senior de estratégia global e venturing da PepsiCo, no mesmo comunicado.

No final do programa, a empresa vencedora recebe financiamento de 100.000 euros para continuar a expansão do projeto.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

PepsiCo vai dar gás a startups inovadoras

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião