500 mais ricos, cada vez mais ricos. Américo Amorim na lista

  • ECO
  • 26 Abril 2017

Os mais ricos estão ainda mais ricos: mais 400 mil milhões no total. Américo Amorim é um dos afortunados, em 479.º lugar. Bill Gates continua no topo, acompanhado por vários gigantes da tecnologia.

O conjunto dos 500 mais ricos está 367 mil milhões de euros mais rico em relação ao ano passado. A tecnologia toma o pódio, com Bill Gates, da Microsoft, e Jeffrey Bezos da Amazon, separados apenas por Amancio Ortega, a cara do grupo Inditex. O português Américo Amorim é o 479.º da lista, com 3,8 mil milhões de euros.

O ranking dos mais ricos acrescenta cifrões. De acordo com o índice de bilionários da Bloomberg, o conjunto dos mais ricos aumentou a sua fortuna em 400 mil milhões de dólares, um acréscimo de 1,1% em relação ao ano anterior. São 4,8 biliões de euros no total.

Bill Gates leva o ouro. O fundador da Microsoft está em primeiro, com os 87,4 mil milhões de dólares que possui, apesar da forte atividade solidária. Os gigantes da tecnologia são gigantes também na fortuna. O CEO da Amazon, Jeffrey Bezos, está em terceiro lugar, e Mark Zuckerberg, o fundador do Facebook, em quinto. Jack Ma, fundador da Alibaba, consegue ainda o 15.º lugar do longo ranking.

Contudo, é um espanhol, Amancio Ortega Gaona que figura no pódio atrás de Bill Gates. Ele é o presidente e fundador do grupo Inditex, gerindo marcas como a Zara, Massimo Dutti ou Oysho. O ainda mais próximo Américo Amorim consegue o 479.º lugar da lista com os seus 3,8 mil milhões de dólares, ou seja, 3,4 mil milhões de euros, decorrentes da atividade do Grupo Amorim, responsável por um quarto da produção de cortiça no mundo. O empresário é o único português na lista, tendo aumentado a sua fortuna em 2,6% em relação ao ano anterior.

O quarto lugar pertence a Warren Buffett, dono de mais de 60 empresas e “um dos investidores mais bem-sucedidos de todos os tempos” segundo a Forbes. Também o latino Carlos Slim Helu se pode orgulhar do peso da sua carteira. O controlo da maior empresa de telecomunicações do México, a América Movil, valeu-lhe o sexto lugar. Ainda nas telecomunicações, Patrick Drahi, o fundador da Altice que comprou a PT, está em 102.º lugar, com uma fortuna de 12,1 mil milhões de dólares.

Outros nomes bem conhecidos dos portugueses marcam presença no ranking, desde representantes de marcas de luxo (Giovanni Ferrero em 30.º, Giorgio Armani em 168.º e Ralph Lauren em 292.º) até figuras da política e cinema, com Silvio Berlusconi em 178.º lugar e Steven Spielberg em 295.º

A menos afortunada da lista é Imogene Powers Johnson, dona de 3,7 mil milhões de dólares e do império do falecido marido, o grupo de produtos de higiene SC Johnson, que é agora gerido pelo filho de ambos.

Quanto vale uma notícia? Contribua para o jornalismo económico independente

Quanto vale uma notícia para si? E várias? O ECO foi citado em meios internacionais como o New York Times e a Reuters por causa da notícia da suspensão de António Mexia e João Manso Neto na EDP, mas também foi o ECO a revelar a demissão de Mário Centeno e o acordo entre o Governo e os privados na TAP. E foi no ECO que leu, em primeira mão, a proposta de plano de recuperação económica de António Costa Silva.

O jornalismo faz-se, em primeiro lugar, de notícias. Isso exige investimento de capital dos acionistas, investimento comercial dos anunciantes, mas também de si, caro leitor. A sua contribuição individual é relevante.

De que forma pode contribuir para a sustentabilidade do ECO? Na homepage do ECO, em desktop, tem um botão de acesso à página de contribuições no canto superior direito. Se aceder ao site em mobile, abra a 'bolacha' e tem acesso imediato ao botão 'Contribua'. Ou no fim de cada notícia tem uma caixa com os passos a seguir. Contribuições de 5€, 10€, 20€ ou 50€ ou um valor à sua escolha a partir de 100 euros. É seguro, é simples e é rápido. A sua contribuição é bem-vinda.

António Costa
Publisher do ECO

5€
10€
20€
50€

Comentários ({{ total }})

500 mais ricos, cada vez mais ricos. Américo Amorim na lista

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião