Retalho e inflação desiludem. Wall Street em baixa

Na semana em que Trump incendiou novamente Washington com a demissão do diretor do FBI, os investidores estão cautelosos. Os números económicos revelados esta sexta-feira desiludiram.

Os dados económicos revelados esta sexta-feira desiludiram as expectativas dos investidores, o que levou Wall Street a abrir em queda. O Nasdaq tem conseguido manter-se em terreno positivo, mas o Dow Jones e o S&P 500 continuam a acumular perdas numa semana dominada pela decisão de Donald Trump de despedir James Comey.

Esta sexta-feira, o Departamento do Comércio revelou que as vendas a retalho cresceram 0,4% em abril, uma evolução inferior ao que tinha sido estimado pelos economistas. Os preços ao consumidor recuperaram, o que aponta para uma aceleração da inflação e um possível aumento da taxa de juro pela Fed no próximo mês.

O Nasdaq é o único a abrir em terreno positivo com uma subida de 0,03% para os 6.117,62 pontos. O Dow Jones é o que mais desce com uma queda de 0,14% para os 20.889,46 pontos. Segue também em queda o S&P 500 com uma desvalorização de 0,11% para os 2.391,72 pontos. As ações da Snap — que caíram mais de 20% esta quinta-feira — estão a recuperar lentamente.

A época de resultados relativos ao primeiro trimestre está prestes a terminar pelo que os investidores concentram-se agora mais na atividade do banco central, nos dados económicos e nos desenvolvimentos da administração Trump, depois do Presidente dos Estados Unidos ter demitido o diretor do FBI, James Comey, na terça-feira. Este tem sido o caso que domina a agenda mediática norte-americana o que traz mais incerteza à situação política.

O presidente da Reserva Federal de Chicago, Charles Evans, vai estar em Dublin, Irlanda, num evento que conta com a presença do Banco Central Europeu. Já o presidente da Reserva Federal de Filadélfia, Patrick Harker, estará na Universidade de Drexel, no mesmo estado norte-americano.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Retalho e inflação desiludem. Wall Street em baixa

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião