Bruxelas multa Facebook. Dados “enganosos” valem 110 milhões

Compra do Whatsapp pelo Facebook, em 2014, terá envolvido "informação incorreta ou enganosa", anunciou Bruxelas na manhã desta quinta-feira.

A Comissão Europeia decidiu multar o Facebook em 110 milhões de euros. Em causa está informação “incorreta ou enganosa” facultada pela empresa que gere a rede social, a propósito da compra do Whatsapp pelo Facebook, em 2014, por 13.800 milhões de euros.

De acordo com o anúncio feito esta quinta-feira, a decisão “envia um sinal claro às empresas de que devem cumprir com todos os aspetos das normas de fusões da União Europeia, incluindo a obrigação de fornecer informação correta. Impõe uma multa proporcionada e dissuasória ao Facebook”, assinalou a comissária europeia para a Concorrência Margrethe Vestager, em comunicado.

A compra do Whatsapp pelo Facebook foi autorizada pela União Europeia em outubro de 2014.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Bruxelas multa Facebook. Dados “enganosos” valem 110 milhões

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião