Lisboa perde para Oslo título de Capital Verde da Europa

O anúncio foi feito, esta sexta-feira, pela Comissão Europeia, no encerramento da Semana Verde. Havia cinco cidades finalistas.

Oslo foi eleita a Capital Verde da Europa para o ano de 2019. O anúncio foi feito, esta sexta-feira, pela Comissão Europeia, no encerramento da Semana Verde Europeia, em Essen (Alemanha), que é a Capital Verde deste ano. A cidade norueguesa levou assim a melhor sobre Lisboa, a primeira cidade do sul da Europa a constar entre os finalistas.

Estavam nomeadas cinco cidades: Lisboa, Gent (Bélgica), Talin (Estónia), Lahti (Finlândia) e Oslo (Noruega). A cerimónia de entrega do prémio encerra a Semana Verde da União Europeia, que reuniu ambientalistas e decisores políticos para discutir as políticas europeias neste campo. O tema da edição de 2017 foi “Trabalhos verdes para um futuro mais verde”.

Fernando Medina, o presidente da Câmara Municipal de Lisboa, reagiu à vitória de Oslo no Twitter. “Parabéns a Oslo, eleita como a Capital Verde Europeia 2019”, afirmou. “Vamos continuar a fazer uma Lisboa mais verde e sustentável”, acrescentou.

Este ano, foi recebido um número recorde de candidaturas ao prémio que é atribuído anualmente para reconhecer os esforços das cidades para se tornarem amigas do ambiente, envolvendo a população na sustentabilidade ambiental, social e económica.

Já no prémio Green Leaf, atribuído a cidades com menos de 100 mil habitantes, houve duas cidades vencedoras: Vaxjo, na Suécia, e Leuven, na Bélgica.

Comentários ({{ total }})

Lisboa perde para Oslo título de Capital Verde da Europa

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião