Sandero e Sandero Stepway ganham novos argumentos

A Dacia vende muitos Sandero. E quer vender ainda mais. Por isso, reforçou os argumentos deste citadino, mas também da versão "off road", para atrair ainda mais clientes da fabricante low cost.

O Dacia Sandero e o Sandero Stepway foram renovados para atrair ainda mais clientes. A fabricante detida pela Renault fez algumas atualizações ao nível da estética exterior, mas também aumentou os argumentos destes citadinos no interior. E a surpresa é um novo motor a gasolina de três cilindros que promete consumos comedidos num modelo de baixo custo.

Na dianteira, os novos Dacia Sandero e Sandero Stepway não escondem a inspiração no também renovado Duster. “Para além da nova grelha dianteira com desenhos em cromado e dos novos para-choques, os modelos adotam uma inédita e moderna assinatura luminosa” fruto dos novos faróis diurnos LED com quatro quadrados luminosos. O mesmo conceito foi adotado para os faróis traseiros.

Ainda no exterior, o Sandero Stepway, continua a diferenciar-se da versão original ao apresentar uma maior distância ao solo para desafiar alguns trilhos, as proteções dianteira e traseira em cromado acetinado, as proteções laterais em plástico, a saída de escape cromada, bem como as barras de tejadilho longitudinais.

Comando dos vidros? Estão nas portas

No interior, a marca sublinha a melhoria na qualidade dos acabamentos e dos materiais. Nesse sentido, “destaque para os diversos pormenores em cromado acetinado, para o novo volante de quatro braços e para os novos estofos, com um desenho mais moderno, mas também mais confortáveis”, refere. Mas melhor é que os comandos dos elevadores elétricos dos vidros dianteiros e traseiros passarem a estar colocados nos painéis das portas.

Para além das melhorias estéticas, e funcionais, também há mais tecnologia. Além “do MEDIA Nav Evolution, um sistema multimédia e de navegação muito fácil e intuitivo, assente num ecrã tátil de 7 polegadas, com tecnologia Bluetooth, sistema de navegação com visualização 2D e 3D, porta USB e ligação áudio por jack, destaque para a chegada da câmara de marcha atrás e do sistema de ajuda ao arranque em subida“, remata.

Três cilindros poupados

A Dacia é, com o Sandero, “a primeira marca do Grupo Renault a beneficiar do novíssimo motor a gasolina atmosférico, o SCe 75“, um motor de três cilindros, com 1.0 de cilindrada. “Com 75 cv e 97 Nm de binário, possibilita consumos de combustível e emissões de CO2 cerca de 10% inferiores em relação ao motor 1.2 de 75 cv”, refere.

Para além do motor SCe 75, que será o mais barato — a marca refere que a nova gama tem preços a partir de 8.600 euros — o Dacia Sandero está disponível com o TCe 90 com Stop & Start (S&S) e TCe 90 S&S GPL. Além disso, há a versão a gasóleo, o dCi 90 S&S, em combinação com a caixa de velocidades manual ou pilotada Easy-R.

 

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Sandero e Sandero Stepway ganham novos argumentos

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião