Neste país os ricos ficam cada vez mais ricos

  • Bloomberg
  • 19 Junho 2017

Este é um excelente momento para ser rico, especialmente nos EUA.

Em todo o mundo, o número de milionários e bilionários cresce juntamente com o valor de suas ações. E, embora o crescimento económico tenha diminuído, os ricos conseguiram uma fatia maior da riqueza mundial.

Globalmente, aproximadamente 18 milhões de famílias possuem uma riqueza de mais de um milhão de dólares, de acordo com um relatório da Boston Consulting Group (BCG). Os ricos representam apenas 1% da população mundial, mas detêm 45% da riqueza mundial de 166,5 biliões de dólares. E vão controlar mais da metade da riqueza do mundo até 2021, segundo a BCG.

Mas a crescente desigualdade não é uma surpresa. Muitos dados mostram que, nas últimas décadas, os ricos têm recebido fatias cada vez maiores de riqueza e salário — especialmente nos EUA, onde os lucros das empresas atingem recordes enquanto os salários da força de trabalho continuam estagnados.

Na verdade, enquanto a desigualdade global acelera, nos EUA avança de vento em popa. A parte do salário que vai para o 1% do topo nos EUA mais do que dobrou nos últimos 35 anos, depois de ter caído nas décadas posteriores à Segunda Guerra Mundial (quando os ricos foram altamente tributados, com taxas de dois dígitos). A maré mudou na década de 1980, durante o governo do presidente republicano Ronald Reagan, uma década em que a economia testemunhou a queda dos impostos para os ricos, uma menor adesão aos sindicatos e picos dos mercados de ações.

Agora, as políticas do país ajudaram a colocar 63% da riqueza privada dos EUA nas mãos dos milionários e bilionários americanos, afirma a consultora. Em 2021, a contributo desta camada da população para a riqueza do país vai aumentar para cerca de 70%.

A riqueza do mundo “ganhou impulso” no ano passado, conclui a BCG, aumentando 5,3% globalmente de 2015 para 2016. A empresa projeta que o crescimento aumentará para cerca de 6% ao ano nos próximos cinco anos, tanto nos EUA quanto no mundo. Mas grande parte disso vai acontecer devido aos ricos: é que a riqueza de todos os outros cresce muito pouco.

As mudanças políticas poderiam aumentar ainda mais a riqueza dos milionários americanos. Após as eleições de 2016, as ações dos EUA subiram porque os investidores esperavam que o presidente republicano Donald Trump e um congresso concordariam em eliminar as regulamentações e reduzir os impostos das empresas. Os ricos também podem conseguir uma redução tributária. Por exemplo, a American Health Care Act (Lei Americana de Cuidados com a Saúde), aprovada pela Câmara dos Deputados dos EUA para revogar e substituir o Obamacare, inclui a eliminação de impostos pagos quase exclusivamente por apenas 1% da população.

“Ninguém sabe” que tipo de mudanças tributárias se tornarão lei, disse Bruce Holley, sócio sénior da BCG. No entanto, “isso poderia impulsionar o [crescimento da riqueza dos EUA] que estamos a prever”.

Quanto vale uma notícia? Contribua para o jornalismo económico independente

Quanto vale uma notícia para si? E várias? O ECO foi citado em meios internacionais como o New York Times e a Reuters por causa da notícia da suspensão de António Mexia e João Manso Neto na EDP, mas também foi o ECO a revelar a demissão de Mário Centeno e o acordo entre o Governo e os privados na TAP. E foi no ECO que leu, em primeira mão, a proposta de plano de recuperação económica de António Costa Silva.

O jornalismo faz-se, em primeiro lugar, de notícias. Isso exige investimento de capital dos acionistas, investimento comercial dos anunciantes, mas também de si, caro leitor. A sua contribuição individual é relevante.

De que forma pode contribuir para a sustentabilidade do ECO? Na homepage do ECO, em desktop, tem um botão de acesso à página de contribuições no canto superior direito. Se aceder ao site em mobile, abra a 'bolacha' e tem acesso imediato ao botão 'Contribua'. Ou no fim de cada notícia tem uma caixa com os passos a seguir. Contribuições de 5€, 10€, 20€ ou 50€ ou um valor à sua escolha a partir de 100 euros. É seguro, é simples e é rápido. A sua contribuição é bem-vinda.

António Costa
Publisher do ECO

5€
10€
20€
50€

Comentários ({{ total }})

Neste país os ricos ficam cada vez mais ricos

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião