Saxo Bank vê petróleo a valorizar 20% no verão

O banco defende que o próximo trimestre oferece uma "pequena janela de oportunidade" para a OPEP convencer que o mercado petrolífero está a caminho do reequilíbrio. Trata-se de um período de subida.

O petróleo tem estado sob forte pressão. As cotações da matéria-prima já desvalorizaram mais de 20% desde o último máximo, em janeiro, o que na linguagem dos mercados significa que o petróleo entrou em bear market. Mas essa forte quebra pode estar perto de terminar. O Saxo Bank antevê que as cotações do petróleo possam subir 20%, ou mais, durante o verão, período que o banco de investimento considera oferecer uma “pequena janela de oportunidade” para a OPEP convencer o mercado petrolífero de que foi possível encontrar um reequilíbrio.

O terceiro trimestre do ano, período historicamente marcado por um aumento da procura de petróleo para refinação, combinado com o travão à produção concertado por parte dos membros da Organização dos Países Exportadores de Petróleo (OPEP), podem ser os catalisadores que faltavam para a recuperação dos preços do “ouro negro”, defende Ole Sloth Hansen, responsável pela estratégia de commodities do Saxo Bank.

Cotação do brent em queda

Fonte: Bloomberg

O banco de investimento considera que, não só o cartel precisa de manter o compromisso relativamente aos cortes de produção acordados, como reduzir o fornecimento de petróleo para os EUA, onde os dados sobre os inventários são mais transparentes e servem como uma referência para avaliar a saúde do mercado petrolífero.

Caso a OPEP seja bem-sucedida nessa estratégia, tanto o petróleo negociado em Nova Iorque como em Londres pode disparar mais de 20% no período do verão, afirmou o responsável do Saxo Bank numa entrevista à Bloomberg. Para conseguir comprometer-se ainda mais com esse cenário, o especialista considera que a OPEP necessita de ter o compromisso do Iraque (o segundo maior produtor do cartel) no que respeita aos cortes de produção.

"Uma vez que o petróleo chegue aos 50 dólares, o momentum e o interesse comprador dos fundos levá-lo-á até aos 50 dólares. Para já, a OPEP precisa fazer a bola parar de rolar na direção errada.”

Ole Sloth Hansen, Saxo Bank.

“O terceiro trimestre é absolutamente crucial”, afirmou Ole Sloth Hansen. “O grupo apenas precisa fazer rodar a bola na direção certa e o mercado fará o resto. Uma vez que o petróleo chegue aos 50 dólares, o momentum e o interesse comprador dos fundos levá-lo-á até aos 50 dólares. Para já, a OPEP precisa fazer a bola parar de rolar na direção errada”, acrescentou o responsável do Saxo Bank.

As cotações do petróleo têm traçado um rumo descendente, com estas a negociarem em níveis anteriores aos do acordo da OPEP firmado no final de novembro do ano passado, apesar de o cartel ter decidido, em maio, estender até ao próximo ano o compromisso de travar a produção de petróleo.

Na sessão desta quarta-feira, os preços do petróleo mantêm-se em queda. A cotação do barril de brent recua 0,37%, para os 45,85 dólares, no mercado londrino. Já o crude negociado em Nova Iorque desliza 0,25%, para os 43,4 dólares.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Saxo Bank vê petróleo a valorizar 20% no verão

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião