António Domingues entra na administração do angolano BFA

  • ECO
  • 25 Junho 2017

A informação foi avançada em primeira mão pelo comentador da SIC Marques Mendes. Depois da NOS, agora é a vez de Domingues entrar no banco de Isabel dos Santos.

“António Domingues vai ser administrador não executivo do BFA”. Quem o diz é Marques Mendes no seu comentário semanal na SIC, considerando “natural” a entrada do gestor para o banco de Isabel dos Santos “por causa do BPI”. A filha do presidente angolano já foi acionista do BPI que detém uma participação no BFA.

António Domingues foi durante muitos anos administrador do BPI e, no ano passado, saiu para liderar os destinos da Caixa Geral de Depósitos (CGD), onde esteve apenas quatro meses por causa da polémica da entrega das declarações de rendimento e património no Tribunal Constitucional.

Depois da saída prematura do banco público, António Domingues regressou para a administração da NOS como vogal do conselho de administração. O controlo da NOS é divido entre a Sonae e Isabel dos Santos.

E é para o banco angolano controlado em 51,9% pela Unitel de Isabel dos Santos que António Domingues entra agora como administrador não executivo. O Jornal de Negócios acrescenta que o gestor foi nomeado para o cargo de vice-presidente.

Quanto vale uma notícia? Contribua para o jornalismo económico independente

Quanto vale uma notícia para si? E várias? O ECO foi citado em meios internacionais como o New York Times e a Reuters por causa da notícia da suspensão de António Mexia e João Manso Neto na EDP, mas também foi o ECO a revelar a demissão de Mário Centeno e o acordo entre o Governo e os privados na TAP. E foi no ECO que leu, em primeira mão, a proposta de plano de recuperação económica de António Costa Silva.

O jornalismo faz-se, em primeiro lugar, de notícias. Isso exige investimento de capital dos acionistas, investimento comercial dos anunciantes, mas também de si, caro leitor. A sua contribuição individual é relevante.

De que forma pode contribuir para a sustentabilidade do ECO? Na homepage do ECO, em desktop, tem um botão de acesso à página de contribuições no canto superior direito. Se aceder ao site em mobile, abra a 'bolacha' e tem acesso imediato ao botão 'Contribua'. Ou no fim de cada notícia tem uma caixa com os passos a seguir. Contribuições de 5€, 10€, 20€ ou 50€ ou um valor à sua escolha a partir de 100 euros. É seguro, é simples e é rápido. A sua contribuição é bem-vinda.

António Costa
Publisher do ECO

5€
10€
20€
50€

Comentários ({{ total }})

António Domingues entra na administração do angolano BFA

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião