Itália aprova até 17 mil milhões de euros para resgatar dois bancos

  • Margarida Peixoto
  • 25 Junho 2017

O Governo italiano aprovou em Conselho de Ministros a possibilidade de mobilizar até 17 mil milhões de euros para resgatar dois bancos. Mas o custo imediato será de cerca de cinco mil milhões.

O Governo italiano aprovou este domingo o resgate de dois bancos em apuros — o Banca Popolare di Vicenza e o Veneto Banca — prevendo a possibilidade de mobilizar até 17 mil milhões de euros. A decisão foi comunicada pelo ministro das Finanças, Pier Carlo Padoan, no final da reunião do Conselho de Ministros.

“O total de recursos mobilizados poderá chegar até um máximo de 17 mil milhões de euros, mas o gasto imediato para o Estado é de um pouco mais de cinco mil milhões”, disse o governante, citado pelo El País.

Os ministros italianos aprovaram hoje o decreto-lei que permite que os dois bancos cedam os seus ativos sãos ao grupo Intesa Sanpaolo, continuando assim em atividade e abrindo portas esta segunda-feira. Conforme explica a Bloomberg, o Intesa receberá cerca de cinco mil milhões de euros de forma a poder receber os ativos dos dois bancos em apuros, sem ver os seus rácios de capital afetados.

Já o total de 17 mil milhões de euros serve para cobrir riscos potenciais relacionados com a liquidação.

A operação foi autorizada pelo Banco Central Europeu na sexta-feira e o objetivo é salvaguardar as poupanças dos clientes e evitar o efeito de contágio ao resto da banca.

“Esta crise alcançou níveis que tornaram necessária esta intervenção”, admitiu o primeiro-ministro, Paolo Gentiloni, no final da reunião deste domingo, citado pelo El País.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Itália aprova até 17 mil milhões de euros para resgatar dois bancos

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião