Petróleo continua a recuperar. Wall Street abre em alta

Wall Street abriu em terreno positivo na primeira sessão desta semana, impulsionado pela recuperação dos preços do petróleo. Na semana passada o barril tinha atingido mínimos de sete meses.

O preço do petróleo está a recuperar depois de uma queda acentuada. Essa recuperação está a beneficiar a bolsa norte-americana esta segunda-feira, dando continuidade à trajetória iniciada na sexta-feira passada. O West Texas Intermediate (WTI) atingiu o bear market (tendência de queda prolongada) face ao aumento de produção nos EUA, mas está a recuperar. Wall Street beneficiou e começou a semana em alta.

O WTI está a valorizar 0,26% para os 43,12 dólares por barril. Já o brent está a aumentar 0,13% para os 45,60 dólares. Na semana passada, os preços do petróleo tinham baixado de tal forma que prejudicaram as bolsas, depois de atingirem o estado de bear market e de baixarem a barreira de 45 dólares.

A valorização da energia deu um impulso a Wall Street que abriu a subir em todas as frentes. O Nasdaq é o que mais valoriza com uma subida de 0,57% para os 6.300,7 pontos. Segue-se o Dow Jones com um aumento de 0,37% para os 21.475,30 pontos e o S&P 500 aumentou 0,16% para os 2.438,30 pontos.

O setor da energia estará esta segunda-feira em destaque uma vez que começa a conferência anual organizada pela Administração de Informação de Energia. O responsável pelo Comité de Energia Doméstica e Comércio, Greg Walden of Oregon e o secretário-geral do Fórum de Energia Internacional, Sun Xiansheng, são dois dos oradores em destaque.

Na Europa, os índices bolsistas estão a negociar em terreno positivo com as notícias da banca italiana e da Nestle, segundo a Bloomberg. A curto prazo, os riscos parecem serem poucos, até do ponto de vista dos bancos centrais, aponta um estratega de mercados da Westpac Banking Corp. à Bloomberg TV: “Parece que este vai ser um verão positivo para o sentimento de risco, o que certamente irá favorecer o aumento das ações e das moedas pelo menos a curto prazo“.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Petróleo continua a recuperar. Wall Street abre em alta

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião