Orçamento de Estado: Incêndio de Pedrógão atrasa negociações

  • ECO
  • 1 Julho 2017

António Costa queria fechar um acordo com as esquerdas para o próximo Orçamento até ao final do mês de junho. Mas o incêndio de Pedrógão forçou um atraso. Negociações prosseguem nos próximos dias.

O incêndio de Pedrógão Grande terá atrasado as negociações para o Orçamento de Estado, escreve o Público na edição deste sábado.

O objetivo de António Costa de fechar um acordo com a esquerda para o próximo Orçamento de Estado até ao final do mês de junho ficou pelo caminho. Durante duas semanas para além do primeiro-ministro e de toda a equipa do Ministério da Administração Interna também outros responsáveis setoriais tiveram que estar concentrados nas ajudas às populações afetadas pelos incêndios bem como na coordenação com os partidos à esquerda.

O Público cita fonte do Governo a dar conta de que as negociações serão retomadas nos próximos dias.

“Isto foi um drama para todos, mas agora é preciso que o país – e os ministros – retomem a normalidade”, acrescenta a mesma fonte.

Em cima da mesa das negociações com o Bloco de Esquerda e com o PCP para 2018 estarão entre outras, as progressões nas carreiras congeladas desde 2010. Apesar da pouca margem orçamental de Mário Centeno um acordo global neste ponto podia ajudar a diminuir a pressão dos sindicatos a tempo das eleições autárquicas marcadas para 1 de outubro.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Orçamento de Estado: Incêndio de Pedrógão atrasa negociações

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião