António Costa abre a porta a ligação direta do Porto para a China

Lisboa vai ter uma ligação direta para Hangzhou, com passagem por Pequim, a partir de 26 de julho. Uma rota Portugal-Macau também está na calha.

O Porto poderá ser a próxima cidade portuguesa a contar com uma ligação direta para a China. A hipótese foi avançada pelo primeiro-ministro, António Costa, esta terça-feira, na cerimónia de lançamento do primeiro voo direto entre Portugal e a China, que arranca a 26 de julho.

Manuel Caldeira Cabral, ministro da Economia, Pedro Marques, ministro do Planeamento e das Infraestruturas, António Costa, primeiro-ministro, e Zhang Dejiang, membro do Comité Permanente Partido Comunista da China.António Cotrim / Lusa

A nova rota, que vai ligar Lisboa a Hangzhou, com passagem por Pequim, está carregada de “simbolismo”, começou por dizer o primeiro-ministro português, no discurso de encerramento da cerimónia, que decorreu esta manhã em Lisboa. “Esta é a nova rota da seda do século XXI“, destacou António Costa, numa referência à iniciativa “Uma faixa, uma rota” (“One belt, one road“, a nova estratégia comercial das autoridades chinesas, que assenta numa versão simplificada da rota da seda entre Oriente e Ocidente).

António Costa espera, assim, intensificar as relações de Portugal com a China, o que poderá traduzir-se não só num reforço das frequências entre Lisboa e Hangzhou — a rota vai arrancar com três frequências semanais –, como no alargamento para outras cidades. “Quem sabe, poderá haver a abertura para outras cidades portuguesas, nomeadamente o Porto”, adiantou o primeiro-ministro.

Na calha está, também, uma rota para Macau. “Decorrem neste momento negociações para uma ligação a Portugal via Macau”, refere fonte oficial da Secretaria de Estado do Turismo.

A rota será operada pela Beijing Capital Airlines (BCA), companhia aérea que pertence ao grupo Hainan Airlines (HNA). Este grupo chinês, por sua vez, detém indiretamente cerca de 20% da TAP através de uma participação de 13% na Azul, a companhia aérea de David Neeleman, acionista privado da TAP. “Com a abertura desta linha, reforçamos a dimensão de Portugal como grande hub internacional. Podemos fazer de Portugal um hub estratégico para unir povos, abrir rotas, abrir portas”, concluiu António Costa.

Quase 77.000 vão voar entre Portugal e China em 2018

A rota para a China vai arrancar com três frequências por semana, às terças, quintas e sábados, até ao final do verão. A partir do inverno, a BCA passa a operar mais uma frequência ao domingo, passando a haver quatro voos por semana.

Assim, até ao final de 2017, a companhia aérea vai disponibilizar cerca de 40.560 lugares entre Portugal e China. Já no próximo ano, a rota deverá manter-se com quatro frequências, pelo que estarão disponíveis 76.800 lugares entre os dois países.

No ano passado, Portugal recebeu 183 mil turistas chineses, um aumento de 19% face a 2015, que responderam por 307 mil dormidas. O mercado chinês gerou receitas turísticas de 72 milhões de euros em Portugal em 2016, mais 16% do que no ano anterior.

O número de turistas chineses em Portugal continua a aumentar — entre janeiro e abril, 68 mil vieram a Portugal, uma subida homóloga de 28% — e, com a nova rota, a expectativa já expressa pela secretária de Estado do Turismo, Ana Mendes Godinho, é que o crescimento anual em torno de 20% seja para manter. Com estes números, o Governo antecipa que será possível duplicar o número de hóspedes chineses face a 2014 (foram 113 mil nesse ano).

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

António Costa abre a porta a ligação direta do Porto para a China

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião