CTT derrapam mais de 6% com queda nos lucros

  • Juliana Nogueira Santos
  • 1 Agosto 2017

A distribuidora registou uma queda de 44% nos lucros do primeiro semestre de 2017 e os títulos estão-se a ressentir. O PSI-20 segue a desvalorizar.

Os CTT apresentaram os resultados relativos ao primeiro semestre do ano na passada segunda-feira e os mercados já se ressentem. Os títulos da empresa liderada por Francisco de Lacerda CTT 0,46% seguem a derrapar cerca de 6%. Desde o princípio desta sessão, a distribuidora já chegou a cair 8,22%. Ainda assim, segue a desvalorizar 5,90% para 5,19 euros, renovando mínimos de 24 de abril.

 

Os CTT registaram um resultado líquido de 17,7 milhões de euros, uma queda de 44% face aos seis primeiros meses do ano passado. Na base destes valores esteve o fim do contrato com a Altice — um acordo assinado com a empresa de Patrick Drahi em novembro de 2014, quando esta estava na corrida pela compra da PT Portugal — e uma queda no tráfego de correio endereçado superior às estimativas.

O tráfego do correio endereçado caiu 3,7% nesse período, fenómeno que se poderá justificar com o crescimento das tecnologias de comunicação por via eletrónica. Ou seja, enquanto passaram 211,5 milhões de objetos pelas mãos dos CTT no primeiro semestre de 2016, este ano já só passaram 203,6 milhões no período equivalente. A queda foi transversal aos três principais tipos de correio, mas foi a queda de 5,4% no correio transacional a que mais penalizou o negócio.

Ainda assim, os resultados foram positivos no que diz respeito à atividade bancária, tendo esta contribuído com 3,3 milhões de euros. Em entrevista ao ECO, Luís Pereira Coutinho, presidente do Banco CTT, já tinha afirmado os bons resultados da instituição, tendo esta atingido os 200.000 clientes em pouco mais de um ano.

A desvalorização dos títulos da distribuidora está a empurrar o principal índice bolsista português. O PSI-20 segue a desvalorizar 0,15% para os 5.181,62 pontos, penalizado também pela Semapa e pela Sonae.

Títulos dos CTT seguem a desvalorizar cerca de 6%

(Notícia atualizada às 8h53 com mais informação)

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

CTT derrapam mais de 6% com queda nos lucros

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião