Investidor da Uber processa ex-CEO Kalanick por fraude

  • Marta Santos Silva
  • 11 Agosto 2017

A Benchmark Capital detém 13% da Uber e iniciou um processo contra o CEO que saiu da empresa em junho por ter alegadamente cometido fraude para pôr aliados seus nos quadros executivos.

Travis Kalanick, ex-CEO e fundador da multinacional tecnológica Uber, está na mira de um processo por fraude iniciado por um dos maiores investidores na empresa. Após ter sido posto fora da presidência da Uber em junho, Travis Kalanick terá usado de meios fraudulentos para colocar pessoas de sua confiança nos quadros executivos da empresa e um dia vir a regressar, segundo o processo iniciado pela Benchmark Capital a que o site especializado Axios teve acesso.

Travis Kalanick, através de um porta-voz, disse à imprensa que o processo “não tem qualquer mérito”, escreve a BBC. Numa declaração enviada à imprensa, Kalanick acusou a Benchmark Capital, que detém cerca de 13% da Uber, de agir “nos seus próprios interesses e não para o bem da Uber”.

No processo, o investidor assinala que Kalanick, após ter sido expulso, procurou “encher os lugares executivos com aliados num esforço de isolar a sua conduta anterior do escrutínio e fazer caminho para eventualmente regressar como CEO”. Relatos não confirmados dizem que Kalanick comentou com amigos, em julho, que estava a “fazer como o Steve Jobs” — que em 1985 foi expulso da Apple, que fundara, mas acabou por regressar e tornar-se um dos CEOs mais icónicos de sempre.

O processo da Benchmark Capital exige que sejam eliminados da empresa os três lugares adicionais que foram acrescentados ao conselho diretivo da empresa em junho de 2016. Atualmente, a única pessoa a ocupar um desses lugares adicionais é Travis Kalanick, pelo que isto resultaria na sua expulsão definitiva da empresa.

A Uber disse à BBC que não comentaria o processo, e a Benchmark Capital também preferiu não acrescentar nada.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Investidor da Uber processa ex-CEO Kalanick por fraude

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião