António Costa: “Responsabilidades de Pedrógão não ficarão solteiras”

  • ECO
  • 18 Agosto 2017

O primeiro-ministro não quer tirar conclusões precipitadas sobre o que aconteceu em Pedrógão Grande. António Costa garante que vai receber os relatórios em outubro e que a culpa não ficará "solteira".

António Costa não quer antecipar conclusões sobre o que aconteceu no incêndio em Pedrógão Grande, que tirou a vida a 64 pessoas. O primeiro-ministro garante que os relatórios elaborados pela comissão técnica independente vão chegar em outubro e que “não será seguramente tarde” para se adotar medidas. Costa diz que as culpas “não ficarão solteiras”.

“Não há ninguém mais interessado do que o Governo em que as conclusões surjam o mais depressa possível”, afirma o primeiro-ministro, de acordo com o excerto de uma entrevista ao Expresso. António Costa nota que quanto mais depressa chegarem as conclusões, menor será o “grau de especulação”. Mas não quer antecipar-se à comissão criada para investigar este caso. “Acho que não vale a pena, quando estamos a meio da época de incêndios e quando não está concluído o relatório das entidades independentes, antecipar conclusões sobre responsabilidades”, defende.

“Teremos estes relatórios em outubro”, garante, “e não será seguramente tarde” para adotar medidas. Esta será a “forma de não fazermos nada que possa ser injusto nem deixar de fazer aquilo que tem de ser feito”. O primeiro-ministro afirma que “as responsabilidades apuram-se de forma própria. Aguardaremos serenamente que sejam apuradas e não ficarão solteiras”.

Estas declarações são feitas depois de o Presidente da República ter lamentado que haja “tanta diversidade de posições” quanto à reforma florestal. A votação muda de “diploma a diploma”, afirmou Marcelo Rebelo de Sousa, sendo necessária uma maior convergência entre os políticos e parceiros económicos e sociais.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

António Costa: “Responsabilidades de Pedrógão não ficarão solteiras”

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião