O melhor restaurante do Reino Unido não fica em Londres

  • Bloomberg
  • 19 Agosto 2017

Restaurante Nathan Outlaw tem o nome do seu chef, que quer pôr todos os clientes a comer peixe.

O Reino Unido tem um novo número um no ranking dos melhores restaurante, de acordo com The Good Food Guide. Mas o sítio em questão fica a mais de cinco horas de distância de Londres.

A equipa do restaurante Nathan Outlow.Facebook

O Restaurant Nathan Outlaw, com vista para o litoral da Cornualha, no extremo oeste da Inglaterra, destronou o L’Enclume, que ocupou o mesmo primeiro lugar durante quatro anos. Com duas estrelas Michelin, o restaurante que leva o nome de seu chef modesto e de fala mansa especializou-se em peixes. Os preços começam a partir de 62 libras (70 euros) para um menu de almoço de quatro pratos.

“É incrível ser o número 1”, disse Outlaw numa entrevista. “Somos apenas um pequeno restaurante para 30 pessoas na Cornualha que faz um pouco de peixe. Tentamos sempre fazer com que os clientes fiquem satisfeitos e é muito bom ser reconhecido. Trabalhamos juntos em equipa há mais de 10 anos e o pessoal está muito orgulhoso com isso.”

Mas se pensa que precisa de viajar para a Cornualha para experimentar a comida de Outlaw, engana-se. Entre os restaurantes do chef estão o Outlaw’s at The Capital, em Londres, e o Nathan Outlaw at Al Mahara, no Dubai, onde o característico menu de degustação custa o equivalente a 259 dólares (cerca de 200 euros). Um pouco mais caro do que em Londres? É verdade. Mas este menu inclui caviar de esturjão branco e lagosta. O menu de almoço em Londres custa 29 libras para três pratos e o de degustação de cinco pratos custa 85 libras.

“A comida de Nathan Outlaw caracteriza-se pela frescura absoluta dos ingredientes e por um objetivo claro”, disse Elizabeth Carter, editora do guia. “Ele quer educar e incentivar o apetite do público por peixe.”

O melhor restaurante londrino da lista é o Pollen Street Social, de Jason Atherton, que ficou em terceiro lugar. Apenas três outros estabelecimentos da capital foram incluídos entre os 10 melhores: Gordon Ramsay, Hedone e Claude Bosi at Bibendum.

No ano passado, Outlaw ficou em segundo lugar no ranking, que se baseia nas opiniões de cerca de 40 inspetores anónimos. Algumas das recomendações vêm de dicas dos leitores. O guia é um pouco diferente da lista dos prémios National Restaurant Awards, que é montada por 180 eleitores, incluindo eu, e tende a favorecer os estabelecimentos londrinos. Essa lista deu o primeiro lugar ao Sportsman, que ficou em 42º no Good Food Guide, e o Restaurante Nathan Outlaw ficou no 27º.

O prémio de chef do ano foi para Peter Sanchez-Iglesias, cujo Casamia, em Bristol, passou do 27º para o 10º lugar no Top 50. O chef Ben Crittenden, do Stark, um pequeno restaurante com 12 lugares em Kent, foi nomeado Chef to Watch (chef para ser seguido).

O Good Food Guide será publicado pela Waitrose no dia 4 de setembro, por 17,99 libras.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

O melhor restaurante do Reino Unido não fica em Londres

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião